sábado, 12 de dezembro de 2009

Almas Gêmeas - a comunhão perfeita entre o 1 e o 2







Almas gêmeas são duas almas que se completam, numa interação sadia, numa comunhão perfeita.
Essas almas podem atuar em diversas áreas, e não somente no amor, mas há de ser como um par amoroso que essas almas são mais reconhecidas e comentadas. E há de ser sobre o amor que irei concentrar a minha atenção, enquanto divago sobre essas almas que se completam como feijão com arroz ou café com leite.
Almas gêmeas são almas que encarnam uma como contraparte da outra, com o objetivo de somar esforços para estimular su
as evoluções espirituais. Este estímulo deverá ser reconhecido por uma permanente busca de equilíbrio entre seus aspectos masculinos e femininos.
Muito antes de encarnar, essas duas almas s
e atraem magneticamente, por motivações kármicas e por ideais comuns, baseados num rateio de valores, muito distante da nossa compreensão racional e dos nossos conceitos materiais.
O princípio de tudo é que existe uma atração espontânea no plano espiritual que faz com que almas semelhantes se atraiam e se disponham a encarnar como almas gêmeas.
Durante suas primeiras encarnações juntas, essas duas almas deverão ajudar-se mutuam
ente, estimulando virtudes e corrigindo defeitos, uma da outra. Nessas encarnações iniciais, essas almas não seriam facilmente reconhecidas como almas gêmeas, pelo menos de acordo com os padrões humanos. Isto porque, em suas primeiras encarnações juntas, elas estariam num estágio ainda muito bruto de afinidades, estando mais suscetíveis a desentendimentos e censuras do que a idéias e atitudes harmônicas.
Nesse estágio inicial, as almas gêmeas se cobram e se amam, quase com a mesma intensidade, gerando diversos conflitos emocionais e dramas passionais. M
as, por trás das desavenças e das discussões, haverá sempre um idealismo amoroso de dedicação e preocupação com o bem estar comum.
Muitas e muitas encarnações juntas serão necessárias até que essas almas comecem a ter uma conexão amorosa perfeita, a partir de suas lembranças e memórias kármicas, que as farão ver a vida com um sentimento único, a ser compartilhado pelas duas, sem distinção ou restrição.
Durante esse processo, e por diversas vezes, essas almas serão afastadas e reaproximadas, até que suas afinidades comecem a se firmar, e elas sintam falta uma da outra. Quando isso ocorre, elas voltam a encarnar juntas, por sucessivas vezes, até que cheguem a uma tamanha ligação que já não dá mais para separá-las.
Esse costuma ser o início da ascensão espiritual da dupla, quando o feminino e o masculino, ou como dizem os orientais o yin e o yang, atingem o equilíbrio ideal ou a harmonia perfeita. O 2 e o 1 se confundem, em cada uma das almas, e já não tem mais sentido voltar a encarnar, ora como homem, ora como mulher, pois a consciência do ser andrógino foi, enfim, alcançada.
Outra não seria, portanto, a razão da atração entre almas gêmeas, senão estimular, no homem e na mulher, a busca dos aspectos do sexo oposto ao que encarnaram. Os homens precisam buscar o feminino, as mulheres necessitam encontrar o masculi
no, de modo que se dê a plena fusão das polaridades opostas, numa harmonia perfeita entre as energias yin e yang.
O processo em curso, para o nosso melhor entendimento humano, seria como se a mulher se espelhasse nas virtudes masculinas de sua alma gêmea, a fim
de fortalecer o seu aspecto yang, enquanto que o homem se espelharia nos atributos femininos, para o fortalecimento do seu aspecto yin.
A ascensão se dá no momento em que, após inúmeras e sucessivas encarnações, essas almas atingem o equilíbrio perfeito. Se, nas primeiras encarnações juntas, essas almas podem enfrentar muitas dificuldades para ajudar-se mutuamente, isso muda completamente, após vidas e vidas encarnando como almas gêmeas, até que alcançam uma afinidade perfeita, transmitindo, uma a outra, uma paz de espírito indescritível e um sentimento de integração tão intenso, que já não se sentem duas, mas uma só alma.
Quando chegam a esse nível de consciência espiritual, essa
s almas não mais encarnam no plano físico, passando a trabalhar em planos mais sutis, ou, então, em outros planetas mais evoluídos.
Às vezes, não é nada simples reconhecer-se a nossa alma gêmea, por vivermos em atritos e com sentimentos confusos, que nos fazem rejeitar aquele convívio, numa sensação de qu
e mais nos atrapalha do que ajuda. Mas, almas gêmeas não são sempre boazinhas, passando a mão pela nossa cabeça e aceitando calada os nossos erros. Elas estão no mundo para nos ajudar a crescer, e crescer junto conosco.
A falsa impressão que a maioria costuma ter de que a alma gêmea é aquele ser que faz tudo que a gente quer, gosta de tudo que a gente gosta e sente da mesma maneira que a gente sente, faz com que muitos não consigam identificar suas almas gêmeas, quando elas surgem em seus caminhos.

E não se enganem, meus caros leitores, nesse vai-e-vem de encarnações juntas e separadas, as almas gêmeas podem formar mais de um par, o que resulta em grandes aventuras amorosas e tragédias passionais. São os famosos triângulos amorosos, que já fizeram tanta história, em romances famosos, e que, a todo momento, se materializam na vida real.
E no meio de tanto amor e tanto romance, o 1 e o 2 caminham juntos como homem e mulher, marido e esposa, mãe e filho, pai e filha, irmão e irmã, dupla de dançarinos, como Ginger e Fred, artistas de cinema, como Spencer Tracy e Katharine Hepburn, e duplas musicais, como Rodgers e Hart.


127 comentários:

  1. Olá Gilberto
    Gostei muito desta matéria.
    Como trabalho com terapias alternativas tenho alguns casos de pessoas que tem verdadeira obsessão pelos parceiros, achando que são suas almas gemeas. E quando um dos lados não corresponde ficam indignados achando que alma gêmea é só mel. Alguns chegam a tentativa de suicidio.
    Vou indicar o teu blog para essas pessoas.Mas..... sei que algumas não vão concordar, pois estão presas as suas possessividades.
    Enfim,......

    Quero aqui deixar o meu abraço e os votos de um ano novo cheio de saúde, paz, sucesso pra vc e família.

    Estarei te seguindo via blog.

    Sou grata
    Alzira

    ResponderExcluir
  2. Oi, Zizi !
    Que bom que fez um comentário! Estava aguardando um comentário seu, desde que entrou como minha seguidora.
    O tema das almas gêmeas é muito instigante, e são poucos os que não se deixam seduzir por ele.Mas, ele é muito mais complexo do que a maioria imagina, já que está inserido no processo kármico de expansão das almas encarnadas.
    A fantasia fica por conta dos sonhadores e românticos que sempre estão se sentindo pela metade, à procura da sua outra parte.
    Quando, porém, essa busca atinge o exagero,pode gerar uma esquizofrenia daquelas brabas, em que a atenção se volta para uma imagem ou ilusão, que tira o amante do ar, e o coloca num mundo só seu.
    Mas, o que se vai fazer, não é mesmo ?
    Quantas loucuras se faz por amor! Como não sonhar com a alma gêmea ?
    Como controlar os sonhos para que não virem pesadelos ? Esse é o grande segredo.
    Receberei a visita das suas pacientes com toda a paciência e boa vontade. Se elas não concordarem com as minhas idéias, ainda assim terei palavras de conforto para as suas ansiedades de amor.
    Volte sempre, e tenha um 2010 com muita alegria e romantismo, pois os anos 3 são propícios a sonhos, romances e amores, e tudo com muita arte e beleza.
    Abraços.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  3. "O 2 e o 1 se confundem, em cada uma das almas, e já não tem mais sentido voltar a encarnar, ora como homem, ora como mulher, pois a consciência do ser andrógino foi, enfim, alcançada." - o Ser androgino é a união das duas almas , dos dois polos o Feminino(yin) e o masculino(yang) então mestre quer dizer que alguns dos androginos podem ser já espíritos evoluidos encarnando aki para ajudar os terráqueos !? , Não sei bem , mas , antes tinha um preconceito em relação a androgenia , mas , atualmente estou superado-o tenho varios amigos homossexuais , estou superado todos esses tabus e crenças religiosas terrenas em busca do amor em união(ao próximo).

    ResponderExcluir
  4. Calma lá, José Fabrício!
    Não vá cometer o erro de muitas pessoas, que confundem androginia com homossexualismo.
    O andrógino possui em si os dois sexos, e não tem preferência sexual por um ou outro. Ele é um ser completo que traz em si as duas energias yang e yin num equilíbrio perfeito.
    O homossexual tem um um comportamento sexual ao inverso da sexualidade com que nasceu. Ele se sente atraído por seres do mesmo sexo e não têm atração física por pessoas do sexo oposto.
    A homossexualidade não é um processo evolutivo e só reflete conflitos íntimos entre a alma e a personalidade.
    A androginia é um sinal de evolução, com uma harmonia perfeita entre alma e personalidade, em que não há preferências por este ou aquele sexo, mas uma união equilibrada, do masculino e do feminino.
    Concluindo, eu diria que é condenável e fora de qualquer justificativa, discriminar alguém por suas tendências sexuais. Cada qual sabe o que sente.
    A mudança do sexo de uma encarnação para a outra é, sem dúvida, a grande responsável por essas atitudes confusas, que provocam ações homossexuais, quando a nova personalidade não consegue superar a sua ligação muito forte com o sexo oposto, que ela encarnava na vida passada.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  5. E se quando se encontra a alma gêmea, e se quando se tem certeza que é ela, mas alguma coisa no karma, não as deixam juntar suas esferas, se algo que supostamente elas tenham combinado num plano superior seja mudado por umas das metades e isso ferir, ou mudar uma parte delas, mudando a harmonia do encontro, transformando o que era pra ser pleno em dor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi exatamente o que aconteceu comigo? Pensei que tinha encontrado o céu e dei de cara com o inferno!

      Excluir
    2. Foi exatamente o que aconteceu comigo? Pensei que tinha encontrado o céu e dei de cara com o inferno!

      Excluir
  6. Muito boa a sua colocação, Angélica.
    As almas gêmeas, ao contrário do que muitos pensam, não são as que pensam como nós e que nos farão felizes, nos dando tudo de bom.
    Este é um engano muito comum. As almas gêmeas são nossas contrapartes, que complementam as nossas, e nos fazem enxergar erros e desvios que precisam ser corrigidos.
    Mesmo quando elas não permanecem do nosso lado, deixam-nos mais conscientes de quem somos e nos ajudam a evoluir espiritualmente.
    A dor é um instrumento divino para levar-nos a refletir sobre nossas atitudes e seus efeitos.
    Aceitemos a separação da Alma gêmea, e aguardemos que uma segunda surja em nosso caminho, pois existe mais de uma. Mas, só é capaz de enxergar isso, quem souber se desapegar da primeira.
    Se eu ajudei em algo, dou-me por satisfeito.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Encontrei a minha alma gémea mas a aproximação é tão difícil, porque cada um já tem uma vida estruturada, só resulta em sofrimento. E porque só se evolui pela via do sofrimento?

      Excluir
    2. Minha cara leitora, Helena:
      Quem disse que a sua alma gêmea é quem pensa que é? E se está sofrendo por ela, talvez ela não seja de fato.
      A alma gêmea é solução e não problema. Ela é a expressão mais próxima do prazer e não do sofrer.
      Seja generosa com o destino, e aguarde a vinda da sua verdadeira alma gêmea. Um dia, ela vem.
      Abraço.
      Gilberto.

      Excluir
  7. Boa noite Gilberto!!! Pesquisando sobre o tema encontrei seu blog e algumas respostas que precisava, mesmo assim...estou inquieta...como saber se o rompimento com uma alma gêmea é o caminho certo a tomar no momento???Com certeza traz dor a ambos...sei que mesmo a dor traz a evolução mas...o mais difícil é essa dúvida, insegurança, medo de não estar fazendo a escolha certa...e depois sentir muito arrependimento. Outra dúvida é sobre as outras almas gêmeas???Não sabia que existiam outras...mas faz sentido termos outras almas afins...

    ResponderExcluir
  8. Minha querida leitora:
    Procure deixar a vida fluir, sem tentar mudar o que não pode ser mudado.
    Ninguém sabe se decidiu certo ou errado, no momento da decisão. É preciso deixar o tempo passar.
    Outra coisa a considerar é que uma relação não pode ser sustentada só por um dos lados, os dois decidem juntos.
    Antes de qualquer decisão, almas gemeas ou não, o diálogo é indispensável.
    Um abraço, e boa sorte.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  9. Olá!...bom, como podemos identificar nossa outra parte, nossa alma gêmea?? como ocorre o reencontro delas?-há uma grande atração e um desejo fora do normal de ficar colado junto a ela? podem existir outras almas que(de outras vidas) perseguem essas almas irmãs impedindo sua união? Qual a ligação fisica mais profunda das almas gêmeas? ex: o olhar.
    Nossa adorei o texto muito bem explicado me esclareceu algumas dúvidas mas ainda tenho essas ai a cima!!! Obrigada.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Anônima, é Anônima, não é?
    Que bom que gostou!
    Este tema é fascinante, não é mesmo?
    Vamos às respostas:
    1. Identifica-se por sentimentos recíprocos, pelos olhares, sorrisos e gostos semelhantes. Mas, não confundir com gostar das mesmas coisas ou de fazer tudo igual. Elas se completam, mas não são iguais. Elas sentem afinidades e simpatias pelas atitudes uma da outra.
    2. Os encontros são decididos pelo destino, sem que se possa prever quando serão, e não adianta forçar.
    3.Sim, o desejo e, principalmente, a necessidade de estar juntas e conversando, pode fazê-las esquecer do resto.
    4.Sim, às vezes, duas ou mais almas gêmeas podem se encontrar e isso pode dar alguma confusão. Mas, o amor sempre se faz presente, e resolve tudo.
    5. A sensação de que uma não pode viver longe da outra é a ligação física mais forte.

    Espero que agora esteja pronta para encontrar a sua alma gêmea.
    Boa sorte e um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  11. Gilberto, estou mais próxima de uma religião que nada aceitaria da sua teoria, porém tenho uma história na minha vida que começou há 9 anos atrás e até hoje não está resolvida. Nos amamos demais no passado mas nunca conseguimos ter uma relação de paz, embora mesmo depois de terminados, ele com a vida dele e eu com a minha, de tempos em tempos nos esbarramos e algo muito forte nos faz repensar tudo que tivemos e o que temos hoje. Nenhum dos dois consegue afirmar se é amor...
    Ontem, uma pessoa amiga nos chamou de contrapartes perfeitas e eu não sabia o que isso significava. Com pouquíssimo material na internet, cheguei ao seu texto. Mesmo sem ter opinião formada sobre vidas passadas, admito que sua teoria, se podemos chamá-la assim, é o que mais perto chega de explicar o que existe na minha vida com essa pessoa.
    Não sei o que será do meu futuro com ele, só sei se busco um antídoto, uma cura ou qualquer coisa do tipo, pois se o que você diz é a verdade, só podemos estar nas primeiras encarnações, em estado bruto, nos magoando por um bem maior... Também bate um desespero de dar soco na ponta da faca, jogar tudo para o alto e tentar mais uma vez.
    Bem, não te peço uma resposta, apenas quero agradecer por compartilhar este material e de alguma forma me dar um alento teórico da agonia que uma relação me traz.
    abs

    ResponderExcluir
  12. Minha querida leitora, Rafa:
    Devemos dedicar à nossa religião todo respeito, qualquer que ela seja. Eu sempre fiz isto, mas nunca abri mão do direito de procurar as minhas próprias verdades.
    De repente, percebi que a minha religião era uma de muitas que existem, com seus dogmas e pecados.
    Os inspiradores dessas religiões não estabeleceram essas regras impostas por seus líderes. Por sinal, o Mestre que é seguido e exaltado na minha religião chamou aos líderes da sua época de hipócritas e falsos profetas.
    Creia no que quiser, mas acredite no que crê. Assim, está sendo fiel ao inspirador da sua religião, e não aos que falam em seu nome.

    Dito isto, recomendo-lhe que passe a analisar sua situação e do seu amado com os pés no chão e sem fantasias.
    Esta é a forma mais objetiva de chegar a uma conclusão.
    Se possuem uma história antiga e de vez em quando se encontram, já deviam ter chegado a alguma conclusão.
    A vida a dois é prioridade para os dois? Está claro que não.
    Alguma outra prioridade os afasta, para que se encontrem mais adiante.
    O destino, leia-se Deus, Divindade, Mestre, como preferir, pode estar querendo uni-los, mas, talvez por alguma razão, alguma outra prioridade, os dois preferem seguir suas vidas separados.
    Quando os dois querem, Rafa, nada pode impedir. Mas, e se for um só a querer? Fica nesse chove e não molha, que não tem mais fim.
    Devia ver, ou rever, caso já tenha visto, o filme Agentes do Destino, em que ele (Matt Damon) não desiste dela (Emily Blunt), e enfrenta o que parecia predestinação, mas que não podia ser maior do que o amor que sentiam um pelo outro.

    Eu não sei se o seu caso é de almas gêmeas ou de paixão kármica, daquelas que se arrastam por muitas e inúmeras vidas, causando muitos sofrimentos, somente a resgatar abandonos e traições em vidas passadas.

    A minha sugestão é que se valorize mais como uma parte poderosa da história. Não subestime o seu poder de fazer acontecer. Quando se encontrarem novamente, tome para si a iniciativa e decida o enigma de uma vez por todas.
    Se os dois querem ficar juntos, quem pode impedir? Mas, não fique sonhando e deixando as oportunidades passarem.
    Almas gêmeas ou não, o amor sempre prevalece.

    Um abraço carinhoso, e coragem para enfrentar o destino.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Eu sinto, às vezes, que existe alma gêmea e que já a encontrei, mas que impedimentos nos afastaram. Sinto isso por inúmeros "sinais", mas não tenho certeza de nada. Talvez o principal deles é que eu não consigo esquecê-lo e deixar de sentir o que sinto, passado longo tempo.
    Eu nunca soube o que ele sentia, mas sei que ele, de alguma forma me seduziu. Não sei a dimensão da sua intensão, todavia. Nunca tivemos um relacionamento, mas ninguém nunca me olhou como ele e eu, tampouco correspondi aos olhares de outra pessoa.
    Parece que é um vício. Um vício que já consigo controlar, mas que, eventualmente, ainda me assalta com síndromes de abstinência... Volto novamente a pensar nele; a desejar ouvir sua voz; ver seu rosto; seus gestos e o impossível, ser novamente tocada, literalmente, por ele.
    Eu me perguntei tantas vezes porque isso teve que acontecer comigo. Eu mudei tanto devido a isso. Ele me transformou e sequer pode imaginar.
    Não nos falamos mais e quando me vê não me dirige o olhar. Eu também não, mas por medo. Medo de não ser correspondida e, agora, acho que não sou.
    Quando o conheci senti que já o conhecia, mas não senti nada de especial. Quando vi, estava fazendo tudo para chamar a sua atenção. Porém, mesmo assim, eu recuava. Ele era comprometido e, além disso, era meu professor.
    Depois de algumas semanas eu notei que ele também se insinuava para outras alunas da mesma classe. Aquilo me feria. Mas eu já estava enfeitiçada. Ele me fazia rir e sentia um grande prazer com sua presença, exceto quando ele se comportava daquela maneira.
    Depois de algum tempo, quando eu não mais tinha aulas com ele, mas o via, ele se envolveu com uma outra aluna e
    a esposa e todos descobriram.
    Eu senti-me traída. Eu sei que pode parecer estranho, mas foi o que senti. Senti raiva também. Mas quando começaram a atacar sua "honra", quando começaram a falar mal dele, eu odiei todos e desejei poder ajuda-lo. Queria que aquela gente tivesse a compreensão que, paradoxalmente, eu sentia quando ouvia aquelas conversas horríveis e sem piedade. Eu evitava ouvir, mas era impossível. Sempre tinha alguém que comentava comigo e eu tentava ignorar ou desviar o assunto.
    Eu já me interessei por outras pessoas, mas nada se comparou a tudo o que eu senti e sonhei em relação a ele.
    Será que é karma, alma gêmea, ou apenas ilusão, nada?
    Como posso saber? E o que significa o fato de que tudo deu errado. O que mais me incomoda é pensar que ele me detesta e tem uma má impressão de mim atualmente.

    Será que a gente pode viver e não encontrar nunca a alma gêmea? Ou será que eu me enganei e talvez que eu nem imagine... Ou quem sabe seja alguém por quem eu tenha sentimentos mais suaves.
    Eu gosto muito da presença de outra pessoa, mas não sinto atração física alguma e tão pouco fico ou fiquei obcecadamente pensando nela. Mas sinto sua falta e é engraçado porque ele parece sempre saber o que eu penso.
    Por favor, me ajude, com alguns esclarecimentos.
    Ass. Amie.

    ResponderExcluir
  14. Minha romântica leitora, Amie:
    Tudo isto que descreveu está muito distante de retratar uma alma gêmea. Está muito mais perto de um karma 16 do que de qualquer outra coisa.
    A sensação é que foi punida por uma alma a quem traiu em outras vidas. Ele atravessou o seu caminho fez com que se interessasse por ele, exerceu a sedução masculina, então, se fez de desentendido e pulou fora.
    É bom refletir que, certamente, você fez o mesmo noutras vidas, com ele ou com outra pessoa, e agora está sentindo todo o amargo sabor da traição, e da sedução e dominação pelo instinto físico. Isto não tem nada a ver com a figura da alma gêmea.

    A alma gêmea transmite segurança e bem estar.
    O parceiro se torna muito mais amigo do que amante.
    Se o amante só aparece na hora do desejo, o amigo está presente em todos os momentos, bons e maus.
    Atualmente, se supervaloriza o sexo, que sempre pode ser identificado pela paixão, pela fixação no contato físico e por essa dependência que se assemelha a vício.
    Amor pelo professor é muito semelhante à famosa atração da paciente pelo seu analista. A fixação é um sinal de forte dependência, que provoca prazer e dor, que destrói toda a autoestima e acarreta dor, muita dor.
    O amor verdadeiro é calmo e sereno, é companheirismo e compreensão, é sentimento de estar sem precisar tocar, é confiança e fidelidade, é transformar cada momento numa sensação de eternidade.

    Ajudei ou atrapalhei?
    Se entendeu bem o recado, vai concluir que foi ajuda.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me ajudou um pouco. Não atrapalhou certamente.

      Mas queria saber porque não consigo esquecê-lo, embora o que eu sinta seja menos forte hoje, eu acho. E porque eu não posso encontrar a minha alma gêmea então? Não a merecerei?

      O que é Karma 16?

      E se eu fiz isso com alguém, se eu sou esse tipo de pessoa, como posso ter uma relação com alguém que seja calma e serena?

      Talvez eu pareça demasiado inquieta, mas ele me tornou assim. Eu era calma e tranquila antes de conhece-lo. Ele não só se insinuou para mim, mas me levou a ter mais vontade de saber. Em parte para me fazer admirada. Eu queria uma relação "platônica", como no Banquete de Platão, na qual o amante se forma com o seu mestre.

      E quanto ao outro amigo de quem falei? Ele poderia ser uma alma gêmea? Como reconhecerei a minha condo a encontrar, se encontrar?
      Posso nunca encontrar a minha alma gêmea nessa vida?
      O que devo sentir quando a encontrar?
      Estou me sentindo muito só.
      Eu não consigo me relacionar com alguém sem sentimento recíproco. Será que devo ser mais flexível?

      Excluir
  15. Minha leitora Amie:
    Eu não posso responder a todas essas suas dúvidas, sem que eu faça o seu mapa completo.
    O mapa tem custo e só tenho vaga para março.
    Então, vou dar apenas um conselho.
    Seja uma pessoa boa para os outros, faça tudo com amor.
    Eu não estou dizendo que não seja assim, mas, que este é o caminho para ser feliz.
    Não tente manipular o destino, aceite cada dia como uma dádiva divina para encontrar a sua felicidade.
    Se não se sente completa não é culpa de ninguém, mas, apenas, da sua ansiedade de querer tudo do seu jeito.
    A nossa vida é programada antes de nascermos, e dentro de um processo de experiências e desafios que ao final da vida deve tornar-nos melhores do que quando nascemos.
    Por isto, procure ser cada dia melhor. Nada de reclamar da vida. Nada de transferir para outros sentimentos e atitudes que pertencem à sua exclusiva responsabilidade.
    Existem muitos homens bons neste mundo, mas tem de estar aberta a novos relacionamentos. Se permanecer presa ao passado, ninguém vai querer viver ao seu lado.
    Pense bem no que estou dizendo!
    Quanto ao karma 16, diz respeito a vidas passadas cheias de ações de orgulho e egoísmo, mentiras e traições.
    Essa pessoa que a impressionou tanto, pode ser alguém que veio fazê-la passar por situações de sofrimento e de abandono que provocou em vidas passadas. Mas, isto é uma suposição. E, se for verdade, o que tem de fazer é jamais repetir qualquer atitude que lembre, mesmo que de longe, os erros cometidos noutras vidas. Mais eu não posso ajudar.
    Só há uma pessoa que pode ajudá-la, e ela é vc mesma. Acreditando que tem valor, pode conseguir o que deseja e não depender de ninguém para ser feliz.
    Um abraço amoroso.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo15 de dezembro de 2013 18:31

    Ola boa tarde,li a publicacao adorei e me identifico nesse perfil...venho por meio desta contar minha linda historia...em 2011 conheci o marcellinho em uma noite apresentado por uma prima...assim que o vi nao consegui parar de olha lo percebi que ele tambem...em poucas palavras nos beijamos e ali nos entregamos facilmente depois desse dia nos ficamos juntos em um sitio passamos grande parte do tempo juntos,um amigo brincou com ele esta namorando nao se largam...e ele respondeu entre eu e ela tem um ima realmente ficar com ele o sexo com ele e incrivel tinha noites que eu velava seu sono...tinha noites que eu acordava la estava ele olhando para mim...eu sinto uma ternura...logo percebi que minha ligacao com ele e mais forte houve uma noite em que eu e ela sonhamos o mesmo sonho,todas as vezes que sonhava com ele tinha um significado,apesar da diferenca de idade eu 31 e ele 22temos muitos gostos em comum comida inclusive musicas que gostava quando tinha 10 anos de idade fui mae aos 15 anos ele tambem seu filho nasceu no dia 12 de janeiro minha filha nasceu no dia 13 de janeiro sao tantas coincidencias...oque veio nos separar foi a vida criminosa que ele leva...ajudei muito quando precisou ...por mais que ele leva essa vida ele nunca me tratou mal nunca nos agredimos apenas deixei ele viver sua opcao de vida...hora ou outra nos vemos...geralmente antes dele me ligar eu sinto que ele vai me ligar ou ver dia antes...muito impressionante essa ligacao...e ele me disse nessa ultima vez pode passar o tempo que for sempre iremos no ver!!!amo ele eternamente

    ResponderExcluir
  17. Minha cara leitora, Anônima.
    A vida é um enigma. Decifrar esse enigma pode nos custar o tempo de toda uma vida.
    Nunca desista de buscar o significado do seu enigma.
    Decifrar o enigma, mais do que vivê-lo, pode ser a essência e a razão da nossa missão nesta vida. Boa sorte.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  18. Obrigada Gilberto,e um prazer conhece lo e poder trocar ideias..porem nao quero decifrar eu sinto um imenso carinho por ele quando estamos juntos o tempo para por mais que ficamos pouco tempo esse tempo e o suficiente eu sinto o amor mesmo longe...parece que a presenca dele e constante....porem estou vivendo os dias normais sem culpa ou angustia...apenas o sinto...comigo me dou a chance de conhecer outras pessoas mas por enquanto nada supriu..porem estou aberta a qualquer novidade...que seje com ele ou sem ele...mas nada muda meu amor e carinho por ele ...ele esta com uma outra pessoa mas mesmo assim amo ele nada vai mudar!!!

    ResponderExcluir
  19. Minha leitora:
    Estou sempre disponível para os meus leitores.
    Apareça sempre que quiser.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  20. Oi Gilberto, que bom que encontrei você. Por favor me ajude...

    conheci uma pessoa há 17 anos, nos USA quando passava férias, tinha acabado um relacionamento de fui NY. para relaxar.Enquanto estava em um bar esperando os amigos, por algum motivo, fui apresentada a este advogado. Parece que o tempo parou... Depois, fiquei na cidade por mais alguns dias e, foram dias fantásticos...
    No dia seguinte que nos conhecemos, estava em uma loja e uma Senhora se aproximou ( americana, e eles não costumam fazer isso), e me perguntou se eu tinha conhecido uma pessoa, eu disse que sim e ela disse que essa pessoa seria muito especial, perguntei pq e ela disse que eu tinha uma "luz" ou "linha", que me ligava a ele...
    Voltei para o Brasil mas com a certeza que tinha deixado o homem da minha vida para trás...1 mês depois ele "baixou" aqui por apenas 4 dias, foi muito bacana...fiquei triste qdo partiu mas eu tinha certeza de vê-lo novamente.
    2 dias depois ele me ligou dizendo que após conversar com alguém, não sei talvez o Pai, a coisa não ia dar certo por causa da distância..estávamos ambos em inicio de carreira ( ele virou um advogado famoso e eu larguei a profissão..ambos atuavámos na mesma área). Tive muita raiva dele e resolvi apagá-lo do meu roteiro. Uns 4 meses depois tive uma depressão forte, um sentimento de vazio inexplicável. E não era por falta de namorados, pois sempre tive muitos candidatos.
    Não nos falamos mais, só que nunca esqueci...depois de 2 anos me casei e fiz questão de avisá-lo...ele disse ter ficado passado com a notícia, mas a vida continua...Ele se casou tb e continuamos contactando apenas para desejar um feliz ano. Durante 15 anos. Ele me mandava e-mail ao nascimento de cada filho, foram 3 - eu não tenho nenhum.
    A minha vida foi foda neste anos, muita alegria com meu esposo mas de resto, perdi a família toda...e minha mãe tem alzeheimer, pelos últimos 14 anos.
    Enfim o filho mais novo dele teve que fazer um transplante de coração. A vida deu bastante porrada nos dois.
    Nunca mais levei essa história a sério. Ocorre que, no começo desse ano nos contactamos e dessa vez, não conseguimos mais nos desconectar..eu tento ser racional..mas ai eu sonho com ele. Não conseguimos ficar 1 semana sem contato.
    Eu sou bem casada e ele representaria uma mudança em TODO o roteiro que fiz...O sentimento só cresce, o tesão é louco... Existe algum fundamento em ele ser minha alma gêmea. Note, ele representa tudo que eu acho que o mundo tem de errado...Durante esses 15 anos tive um grande crescimento espiritual, sou contra a guerra, o capitalismo e esse universo de consumo...ele representa tudo que combato..e ainda assim nos respeitamos. Na verdade, se fosse outra pessoa eu já teria julgado, sentenciado e tirado da minha vida...
    me AJUDE POR FAVOR, existe chance desse "yanke" ser minha alma gêmea ?
    Muito, muito obrigada....Viajante































    ResponderExcluir
  21. Minha querida leitora, que não assinou o seu nome. Escreveu tanto, e não foi capaz de me dizer como se chama!

    Vamos ao que interessa.
    A Alma Gêmea não é alguém igual a nós e nem quem faz todas as nossas vontades, mas é quem nos faz crescer e complementa as nossas fraquezas, enquanto nós fazemos o mesmo com ela.
    Este seu apaixonado americano está muito mais para um karma do que para alma gêmea.
    Como você mesma diz, não existem afinidades, ele não quis correr riscos ao seu lado e priorizou a opinião do pai, o que não é um sinal de quem sente amor por alguém.
    A visão que eu tenho dele é que houve uma forte relação kármica entre as duas almas, numa vida passada, e o caso ficou mal resolvido.
    A sensação dos dois é de paixão, mas pode ser de mágoa, em que a alma dele magoada tenta devolver o que fez com que ele sofresse numa outra vida.
    Quem ama, não racionaliza, não ouve conselho do pai.
    No seu caso, me dá a impressão de ter karmas de perdas e de rompimentos amorosos. Estes karmas são o 19 e o 14, e provocam constantes perdas e decepções, para punir as atitudes de usurpação de direitos e de dominação contra pessoas que noutras vidas foram exploradas por você. Agora, terá de devolver os ganhos e as conquistas, que podem ser na área amorosa, e também profissional e social.
    Acredito que a lembrança dessa pessoa distante pode ter colocado o seu casamento em risco, por inúmeras vezes.
    Este pode ser o seu lado mais sonhador, que fantasia uma paixão, mesmo com os sinais contrários.
    Em resumo, se ama mesmo o seu marido, já que afirma ser um relacionamento estável, trate de esquecer o seu herói e não permita que ele se torne o grande vilão da sua história de amor.
    Os indícios não são de alma gêmea e sim de uma alma kármica que foi maltratada ou abandonada por você, em vidas passadas.
    Juízo, muito juízo, para não repetir o karma.

    Se quer mesmo ser feliz, dou-lhe um conselho.
    Se ainda não contou nada disso para o seu marido, eu me refiro aos sentimentos e sonhos, trate de discutir o assunto com ele abertamente, para que não fique alimentando uma espécie de romance secreto que só ameaça a vida do casal.

    Abraços.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa muito, muito muito obrigada !!! Era exatamente oque precisa ouvir...não sei se vou conversar com meu marido ( ???) mas com certeza absoluta, vou deixar o passado para trás. Ninguém precisa de fantasmas na vida !!!
      Se ele foi um algoz..vc foi um anjo, muito obrigada. Eu pessoalmente detesto "passado", sou uma pessoa visionária e de atitude...fora que "detesto" os USA...e por incrivel que pareça, hoje, meu marido disse que talvez passemos uma temporada na França ( Ai sim !!!! :-) :-) :-) :-)

      Excluir
  22. Ótimo, minha leitora ainda Anônima!
    Viva o momento presente, e seja feliz.
    E, quando estiver na França, passeie às margens do Sena e visite o Palácio de Versailles, tentando se imaginar participando dos movimentos de rua na época da Bastilha.
    Muitos que participaram da época da revolução francesa reencarnaram no Brasil.
    Esqueça os EEUU que representam hoje o mais autêntico Anticristo.
    Boa sorte.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  23. Boa noite Gilberto!
    eu vivo uma situação um pouco embaraçosa em minha vida.
    Quando tinha 14 anos, uma sensitiva me disse que casaria com um advogado, moreno, conheceria lá pelos meus 16.
    Pois bem. Conheço a pessoa, nos damos maravilhosamente bem. Mas acaso do destino ou não, ele tem uma filha da qual amo muito. porém com uma mãe que não nos deixa viver nossa relação. Ela não desapegar dele por nada.
    Gostaria de entender se é mais relação carmica ou essa questão de almas.

    Att.
    Paloma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara leitora, Paloma:
      Acredito que no seu caso existe um bloqueio que impede que a relação aconteça como gostaria que fosse. Almas gêmeas ou relação kármica? Ou as duas coisas juntas?
      Se eu entendi bem, tudo que a sensitiva previu vem acontecendo, menos o final feliz, que, na certa, não fez parte da profecia, mas foi uma conclusão sua.
      Profecias são visões de uma situação futura, que não estabelece nem regras e nem padrões.
      A sensitiva viu o seu futuro junto a uma pessoa que surgiu na sua vida como ela o descreveu.
      Ela não disse nada sobre as dificuldades que teria de enfrentar para manter o relacionamento.
      Até porque isto já se trata de questão kármica dele com a mãe da filha, de quem está separado. É isto mesmo, não é? A mãe de quem vc fala é a mãe da filha dele, não é?
      É claro que, no momento que se aproximou dele, herdou uns respingos de todos os karmas dele, inclusive este que a incomoda tanto.
      Só ele pode resolver a questão, a sua contribuição é discutir claramente o problema com ele, e cobrar uma solução.
      É claro que há solução para tudo, ainda que alguns casos sejam extremamente traumáticos para uma ou para ambas as partes.
      Se ela não desgruda dele é para fazê-lo passar por situações semelhantes que ele tenha provocado em vidas passadas. E não obrigatoriamente com ela.
      Os karmas são lições para a alma, mas que fazem sofrer a personalidade encarnada, pois é no físico que se dá o resgate dos antigos karmas.

      Ele tem de tomar uma atitude, e vc é quem decide se quer prosseguir fazendo parte desse processo kármico ou não.
      A vidente, talvez, não tenha dito que encontraria alguém com quem viveria por toda a vida. Ela deve ter falado de um amor da sua vida. Você decide.

      Abraços.
      Gilberto.

      Excluir
  24. Olá Gilberto!
    Gostaria que analisasse o meu caso. Há 9 meses eu tive a minha primeira experiência fora do corpo. Eu fui levada para a Idade Média e lá eu reecontrei um rapaz que aqui no físico eu nunca vi, mas lá no astral eu o reconheci. Quando ele me viu abriu um sorriso lindo, e a senhora que estava ao lado dele falou assim: "Só assim pra esse menino sorrir!" Nós nos abraçamos muito forte e ficamos de mãos dadas o tempo todo. Foi emocionante! Eu pude sentir tudo, os toques, o calor das mãos, tudo muito real e muito vívido. E o amor era tão forte, tão intenso. Nunca senti nada nem parecido por namorado nenhum, nem mesmo pelo meu marido. Depois dessa experiência comecei a estudar muito a projeção astral e a espiritualidade em geral, comecei a desenvolver a minha mediunidade em um centro. Depois descobri que esse homem é um espírito desencarnado, que já viveu comigo em várias outras vidas. Ele me ajuda muito fora do corpo, me ajuda a sair do corpo, me ajuda a frequentar locais de estudo e de assistência no plano astral. Sei que parece loucura, mas não é, é real, é muito real. A questão é que parece que vivemos uma relação paralela no astral, o que é bastante incomum. Seria possível que ele fosse minha alma gêmea? Um espírito desencarnado? Penso muito nisso. O sentimento é inexplicável.

    Grata,
    Ale.

    ResponderExcluir
  25. Verdade que existe um ciclo de 7 anos para que duas supostas almas gêmeas se entendam, caso contrário jamais poderão se encontrar novamente nessa vida?

    ResponderExcluir
  26. Minha querida leitora Ale:
    Existem muitas situações semelhantes às suas, em que uma alma, após cumprir diversas missões no plano físico, ao lado de uma outra alma, cria um vínculo amoroso forte e permanente.
    Em tais situações, o mais comum é que ela já tenha feito o seu ciclo completo de encarnações, e de um plano sutil, só que próximo do nosso mundo, essa alma passa a ser como um guardião.protegendo e orientando a alma com a qual ela possui uma forte ligação.
    Como ela não vai mais reencarnar, ela não pode ser a alma gêmea da outra, mas, certamente, em vidas passadas, ela encarnou por sucessivas vidas como alma gêmea daquela que é hoje ajudada e protegida.
    Acredito que este possa ser o seu caso.
    Não sei se esse ser conversa em sua mente, ou só aparece em sonho. Mas, se meditar e praticar a conexão com essa alma, ela poderá se fazer presente, mesmo quando estiver acordada.
    Isto não tem nada de loucura.
    Loucos são os que não creem em tais ocorrências.
    Este fenômeno não tem nada a ver com incorporações ou mediunidade espírita, mas com o plano kármico evolutivo da alma.
    É dentro deste mesmo princípio que nascemos numa certa família, casamos com determinada pessoa e temos nossos filhos.
    Todas essas almas possuem karmas em comum, e voltam ao mundo para se ajudarem a queimar seus karmas.
    Mesmo quando parece o contrário, a proximidade ajuda e nos permite resgatar nossos antigos karmas com quem está próximo a nós.
    Essa alma que aparece no seu sonho, é certamente uma criatura num estágio mais evoluído que está protegendo-a como um perfeito guardião. E está tentando manter contato.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo esclarecimento! Ele conversa sim comigo quando estou acordada, mas não é sempre que consigo captar o que ele fala. Quando ele se aproxima de mim eu sinto o meu coração acelerar direto, fica mais quente e eu começo a ouvir um barulho de frequência (parecido com o barulho da TV quando acaba de ser ligada). Nos sonhos ele já me mostrou várias passagens de outras vidas e às vezes conversa comigo falando normalmente ou telepaticamente. São experiências muitos interessantes que eu passo com esse rapaz. Sem falar que uma das experiências mais incríveis que já passei é essa de poder sair do corpo consciente.

      Grata,
      Ale.

      Excluir
  27. Minha querida leitora, Terezinha:
    Sinceramente, eu desconheço esta condição.
    O que sei é que para ser considerada uma alma gêmea são necessárias muitas encarnações juntas, antes de se criar o vínculo entre elas.
    Deste momento em diante, elas sempre reencarnam numa mesma época, formando um par. Leia a resposta que dei acima para obter mais esclarecimentos.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela resposta! Um abraço!

      Excluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Minha querida leitora, Matilde:
    Começo respondendo às suas dúvidas, dizendo-lhe que esta questão de alma gêmea é muito complicada de entender sem relacioná-la com o karma.
    Existe, sim, os karmas positivos, além dos karmas mais conhecidos como negativos.
    A alma gêmea é uma ligação kármica positiva, que provoca a atração entre duas pessoas que viveram, muitas antigas vidas, juntas.
    No entanto, apesar de ser positiva, nem sempre é o sonho de amor sonhado, principalmente, pelas mulheres.
    Muitas vezes, o reencontro kármico tem o objetivo de ajudar uma das partes a superar certas pendências que precisam da ajuda de alguém capaz de se sacrificar por ela.
    Esta ajuda pode ser dura e cobradora, mas sempre com a intenção do progresso espiritual para a alma que precisa de estímulos, carinho e proteção.
    Dito isto, voltemos ao seu caso.
    Existem muitas almas no mundo que já viveram junto a nós, em vidas passadas, tendo sido parentes ou amigos, e com as quais sentimos uma enorme afinidade.
    Podem ter sido pais, mães, filhos ou irmãos, e quando nós mantemos contato com essas pessoas, sentimos o mesmo sentimento que existia entre nós, noutras vidas.
    Não estou afirmando, mas apenas supondo, que este rapaz pode ter sido uma destas almas com quem manteve uma relação bem próxima, mas com algum tipo de restrição a se tornarem, nesta vida atual, algo além de amigos.
    O destino estabelece certas condições que, mesmo não as entendendo, ou não as aceitando, determinam afastamento ou aproximação, forçando-nos experiências indispensáveis ao nosso crescimento psicológico e espiritual.
    Vamos para as hipóteses, começando por esta acima, que pode ter sido apenas uma oportunidade para as duas almas matarem suas saudades.
    Uma segunda hipótese, seria a de que mesmo sendo uma alma gêmea, ainda não é a hora do reencontro, porque um ou outro precisa viver outras experiências, antes de estar juntos. O encontro antecipado pode ter servido de alerta ou de um despertar da sua alma, para algo que no futuro virá entender.
    Um terceira hipótese, e complementando a primeira, seria uma alma que não pode repetir a relação amorosa, devido aos karmas negativos, herdados por um ou por outro, e que não permitem o reencontro nesta vida. Neste caso, não seriam almas gêmeas, pois estas sempre podem encarnar numa mesma época.
    Outras hipóteses, ainda existem, e seriam inúmeras.
    Ele pode ter uma outra pessoa com quem mantém um relacionamento sério, e não quer magoar nem ela e nem você. Ou, o destino reservou um encontro entre os dois, mas num futuro mais distante.
    Enfim, não podemos adivinhar o que o destino reserva para cada um de nós. Certamente que, a numerologia tem uma resposta para tudo isto, sempre envolvendo probabilidades, desde que se faça um estudo do seu mapa.
    Mas, isto envolve custo e tempo.
    Se estiver interessada, me escreva para
    gilbertodacunhagoncalves@gmail.com

    De qualquer forma, tranquilize-se que o que tiver de ser, será.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  30. Olá. Vi um menino em junho pela primeira vez, desde então me encantei profundamente por ele. Infinitas coincidências acontecem há 1 ano, mas nunca trocamos uma palavra pessoalmente, só nos víamos na escola, mas ele estava uma sala acima da minha. Ele se mudou para uma cidade perto da minha. Hj sou amiga da mãe dele e toda semana nós duas conversamos. Sofro frequentemente com ele e parece sonho real, tipo em filme e eu escuto a voz dele, mas nunca ouvi nenhuma palavra saindo da boca dele. Minhas amigas dizem que somos almas gêmeas e fomos feitos um para o outro. Chegavamos na mesma hora no colégio e eu pressentia que ele estava chegando e dito e feito. Pressentia que ele estaria levando a irmã dele na sala e ele estava lá. Temos uma ligação muito forte que parece perdurar por vidas. Eu ia no centro da cidade e sentia que ele estava lá, viro a esquina e ele estava vindo. Mandei uma carta p ele através da irmãzinha dele dizendo tudo o que eu sentia. Ele leu e guardou, mas comentou c a mae dele que não correspondia aos meus sentimentos pq nos víamos somente no colégio e nunca nos falamos. Quando penso nele, apareve o nome dele na TV, em uma música falando de destino. Temos uma sintonia fora do normal. Fazemos aniversario dois dias antes um do outro. Será que isso tem alguma explicação? Nos reencontraremos outra vez? Vem de outras vidas? Seria o destino tentando nos aproximar? Parece tudo conspirar a nosso favor.

    ResponderExcluir
  31. Minha querida leitora:
    Eu não posso afirmar que isto seja sinal de que são almas gêmeas.
    Por enquanto, não há nenhum sinal de que um pode ser o complemento do outro. Existem apenas sinais de energias atraindo-se, mas daí a serem almas gêmeas ainda há uma distância muito grande.
    O melhor é dar tempo ao tempo, e esperar o que venha a acontecer de modo concreto.
    Tente se aproximar dele, e puxar conversa, para ver o que vem a ocorrer.
    Se continuarem nesse jogo de sedução, nada acontecerá.
    Depois me conte.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela resposta. O problema é que ele é meio fechado. Quando penso em desistir, existem mais sinais como se dissessem "não desiste. Espera que no tempo certo, vai acontecer" e n sei oque faço pque essa distância DOI muito.

      Excluir
  32. Ainda sou adolescente e não trabalho, logo, não recebo remuneração. Gostaria de um mapa astral ou algum teste que explique melhor nossa ligação, como a numerologia. Entretanto, não tenho como pagar. O senhor poderia dar uma espécie de indícios e suspeitas acerca do meu caso através de um desses testes?:Estou aflita e esperançosa ao mesmo tempo!!!! BJ Gilberto querido.

    ResponderExcluir
  33. Minha querida adolescente:
    Espero que não confunda indícios com ansiedade da sua parte de que algo aconteça conforme gostaria que fosse.
    Se ele é fechado, tudo que vem acontecendo só depende de suas atitudes, e nada da parte dele.
    Qualquer estudo mais sério sobre o possível relacionamento dos dois não vai ajudá-la em nada. Mas, pelo contrário, só poderá dar a falsa impressão de que tudo vai dar certo, e não há como dizer que seja com esse rapaz ou com outro.
    Se quer que eu seja sincero, e espero que queira, aguarde que ele tome alguma iniciativa. Se ele não fizer algo para a confirmação dos sinais, procure tirá-lo da cabeça.
    Quanto menos der a perceber que está interessada nele, é maior a possibilidade dele se interessar em você.
    E isto não tem nada a ver com alma gêmea, mas com uma relação natural entre homem e mulher.
    Tente seguir este conselho.
    Não existe relação de uma parte só.
    Relação é a dois.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  34. Oi Gilberto primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo seu trabalho.Gostei muito de tudo que li.Peço que me ajude a decidir o que fazer de minha vida.Sou casada.Mas tem 8 anos que conheço um homem,que nao fico um dia sem pensar nele.Ele é noivo.Trabalho em um lugar que ele presta serviço.E conversa vai,conversa vem.E um belo dia,saí com ele.Pensei que seria só uma vez,mas foi muito bom.Ele quis continuar,eu tambem.Isso já fazem 7 anos.Fazemos sexo casualmente.Só que cada dia que se passa,o meu amor por ele só aumenta.Ele parece gostar de mim tambem.Somos muito parecidos.Sou escorpiana,ele virginiano.Nos damos superbem.Sinto ele perto de mim o tempo todo.Penso nele 24 h,consigo até ler seu pensamento.Sei que esse lance pode não passar disso,mas o amo mais que tudo.Quando estamos juntos,nao penso em mais nada.Esqueço até dos meus filhos.E olha que os amo e me me considero uma ótima mãe!Mas é que é maior que tudo....E então o que eu faço?Não gosto de ficar traindo meu marido.Mas é mais forte que tudo meu amor.

    ResponderExcluir
  35. Minha cara leitora, Dani:
    Não é conselho que espera de mim, mas aprovação aos seus atos, por conta de uma eventual alma gêmea que possa ter encontrado.
    Lamento, mas trair gera karma, e o seu karma já se estende por 7 anos.
    Se são almas gêmeas assumam às claras, ou desistam.
    Se não têm coragem de assumir a relação, então não é amor, mas algo que parece amor, mas não é.
    O seu marido está sendo enganado e os seus filhos têm uma mãe que mente para o pai deles e o engana faz tempo.
    Isto é bonito, Dani?
    Se ama o noivo de outra, se trai o seu marido, volto a dizer que isto não está acontecendo entre almas gêmeas.
    Um dia, seu marido vai descobrir, os seus filhos vão ficar sabendo e a noiva dele vai ser avisada por alguém.
    Se está preparada para este dia, não há o que dizer.
    O melhor é esclarecer as coisas, antes do escândalo.
    Assuma ou desista.
    Não diga que não foi avisada.

    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  36. Minha amiga leitora, Danuta:
    Se os dois sentem a mesma coisa, eu nada tenho a dizer a não ser que se casem, e sejam felizes para sempre.
    Se apenas uma das partes sente esse amor incontrolável, a questão é saber o que ele pensa sobre seus sentimentos.
    Eu tomei conhecimento da sua versão do amor, agora, eu precisaria saber qual é a versão dele.
    De qualquer forma, eu não vejo esse sentimento como de almas gêmeas, e sim como forte paixão de uma pessoa pela outra.

    Não há muito o que dizer, depois de tudo que escreveu.
    Espero que encontre resposta dentro de si mesma.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  37. Olá Gilberto
    Gostaria de fazer uma pergunta: nasci no dia 16/03, e sempre leio que o número 16 é karmico e está associado a vidas passadas onde a pessoa foi muito orgulhosa e egoísta. Ano passado, fiz uma regressão de vidas passadas e isto se confirmou em parte. Em uma das vidas, eu descobri que humilhava muito uma criada (minha avó desta vida atual), e o desfecho foi algo trágico. Na vida atual, vivi muitas situações onde me senti humilhada (bullying na escola, assédio moral no trabalho, etc). Agora mesmo, estou desempregada há muito tempo e sinto vergonha da minha condição (sou casada, não passo necessidades financeiras, mas me sinto fracassada por não trabalhar). Enfim, é como se a vida sempre me colocasse numa situação de "humilhação" diante das outras pessoas.
    Sempre me senti inferior às outras pessoas, e ao mesmo tempo, superior (estranho, não?). Gostaria então de saber mais sobre esse karma 16 e o que posso fazer para corrigi-lo. Obrigada.

    ResponderExcluir
  38. Minha querida leitora:
    O karma 16 sempre revela muitas maldades e abusos de vidas passadas, e programa efeitos sofridos nas vidas seguintes.
    O karma 16 está relacionado a traições amorosas e mentiras. Vaidade, orgulho, egoísmo e dominação são também outras ações reprováveis que geram o karma 16.
    Como resgatar numa vida todos essas ações kármicas?
    A resposta é o número reduzido 7.
    O que isto quer dizer?
    Agir como um 7, com perfeição em tudo que faz, ser séria e estudiosa de tudo que eleva a consciência espiritual. Jamais mentir ou trair.
    Ser humilde e generosa, mesmo com quem a trata mal.
    Aceitar fracassos, mesmo quando fez tudo certo.
    Nunca debochar de ninguém. Jamais cometer intrigas.
    Não tentar manipular pessoas que confiam na sua palavra, e que são capazes de seguir cegamente o que lhes diz para fazer.
    Ser bondosa, caridosa e generosa.
    Em resumo, nunca repetir o que provocou os karmas.
    E, para tanto, tem de procurar ser uma criatura perfeita.
    Os efeitos e as dores são os remédios que curam.
    Boa sorte, amiga.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Gilberto!
      Eu me esforço para fazer tudo isso, mas nem sempre é fácil (especialmente ser humilde e generosa com quem nos trata mal). Mas procuro tratar as pessoas o melhor possível. E desde criança devoro livros. Adoro ler sobre autoconhecimento, espiritualidade e assuntos relacionados.
      Só acho difícil aceitar os fracassos profissionais... mas entendo que devo estar resgatando débitos de outras vidas.

      Excluir
  39. Ah, e eu jamais traí ninguém! E só contei algumas mentiras "leves", mas nunca fiz isso para prejudicar ninguém. Só para escapar de situações indesejadas, como não ir a algum lugar, por exemplo.
    Pelo que vi na regressão, eu pequei mesmo foi pelo orgulho e por tratar mal minha criada.
    Tmb recebi uma inspiração (não vi as cenas) de que havia sido uma delatora na época da inquisição e prejudicado várias pessoas por maldade. E que por isso minha vida estaria "bloqueada". Infelizmente, meu mentor não explicou o que eu deveria fazer para mudar isso...

    ResponderExcluir
  40. Minha amiga do dia 16:
    A única solução para todos os karmas, principalmente os do número 16 é uma busca incansável pela perfeição.
    Assim como não traiu ninguém, não minta nunca, nem mesmo uma mentirinha inocente.
    Quem traz o karma 16, não pode se dar o luxo de correr o menor risco. Aprenda a se julgar, a se condenar e, logo a seguir, a se perdoar.
    O verdadeiro perdão para os karmas só existe, a partir de quando passemos a ter a consciência perfeita de nossos erros e de como estamos sendo capazes de corrigi-los.
    A cada ato de amor e de confissão de culpa, menos karma.
    A cada karma a menos, vida mais leve e feliz.

    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  41. Clara Spencer Galvão9 de setembro de 2015 15:24

    Olá Gilberto
    No ano passado conheci uma pessoa e no primeiro encontro senti que "era ele" mas devido às diferenças entre nós, ele médico e eu apenas a acompanhante de uma doente sua, não deveria criar expectativas. 3 meses depois de muitas consultas, desafiou-me com o olhar como eu nunca tinha sentido. Fiquei muito nervosa, sou casada e por isso não pode haver mais ninguém no meu coração. Mas a troca de olhares tornou-se muito intensa e mexeu muito comigo. De repente começaram os sonhos com aquela pessoa. E depois dos sonhos, os flashes durante o dia coma imagem da pessoa. Até que começaram a acontecer experiência nada normais durante o sono. Sou acordada e sinto uma presença no quarto. Algo/alguém mexe no meu cabelo, e sinto que alguém me beija, ou arranca um beijo meu, porque involuntariamente, sinto como se sugassem os meus lábios. Agora vai chamar-me louca. Mas é o que acontece. Há pouco tempo, numa dessas experiências, ouvi a voz dele, igualzinha à da voz do tal médico, 15 anos mais novo do que eu. Pergunto, em pensamento que é que está ali, e a resposta vem sempre numa música onde se ouve a palavra Pedro. Por acaso, o tal médico também é Pedro. Nos sonhos estamos sempre muito juntos e com uma luz amarela por detrás a iluminar-nos. Passou já uma ano, e esta pessoa não me sai do pensamento. Despertou em mim uma sensação tão feliz que as pessoas ao meu redor perguntam o que se passa comigo, porque estou com ar de felicidade. Confesso que uma sensação de plenitude. Mas não me aproximei por ser casada e ter filhos.Não sei o que pensar se é alma gémea, mas a vontade de estar junto da pessoa é enorme e sofro muito, porque há dias descobri que vai casar porque a namorada lhe faz ameaças e muita chantagem. O que lhe parece? Nunca tivemos um relacionamento pois sou mulher de princípios e valores de vida. Mas confesso, não estarão estes princípios e valores de vida a limitar o minha Felicidade?

    ResponderExcluir
  42. Minha leitora, Clara:
    As suas experiências se assemelham a projeções astrais, e nada têm a ver com o que se conceitua chamar de uma alma gêmea.
    A alma gêmea não surge da paixão ou de repente, ela vem com um convívio que revela identidade de ideias e ideais.
    Muitas vezes, os dois não se dão conta que se amam, até que, de repente, surgem sinais que prendem um ao outro.
    Situações semelhantes, mas não necessariamente almas gêmeas, são as de amantes que viveram, em outras vidas, uma grande paixão interrompida.
    Quando se reencontram, as energias se identificam e entre eles surge uma conexão com a vida passada.
    Mas, isto não indica que renasceram um para o outro.
    Procure não criar uma falsa expectativa, pois pode acabar com o seu casamento e atingir a sua autoestima.
    Fenômenos como os que experimentou são normais, em que uma mente muito forte invade o campo mental de uma outra.
    Esta é a minha opinião, não é uma verdade absoluta.
    Siga a sua intuição, e assuma a responsabilidade por sua decisão.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  43. Olá, Gilberto!
    Fico muito feliz em perceber que você responde aos comentários que são feitos aqui. Tenho lido muito sobre almas gemeas na internet e é difícil ver respostas, principalmente tão esclarecedoras quanto as suas.

    Sempre fui muito ansiosa quando se trata de relacionamentos. Mas conheci uma pessoa que desde o primeiro momento me atraiu o olhar e a sensação de tê-lo visto antes, que mesmo depois de anos não sei onde.

    Temos forte contato visual e ele me ensina muito, através do que faz/diz não só diretamente por/para mim, e até mesmo sem saber. E descobrimos que temos valores bem próximos, vemos Deus da mesma forma, e personalidades distintas.

    Algumas coincidências acontecem, e as vezes encontramo-nos em momentos/lugares inesperados. Ou penso sobre ele e o vejo.

    Quando estou interessada em alguém, geralmente fico receosa ao conversar, mas me sinto confortável com ele. O admiro bastante, mas quando tentamos uma aproximação maior, brigamos e nos afastamos. Essa separaçao me incomoda bastante, e até, incomumente, pessoas ao meu redor perceberam minha infelicidade com o acontecido.

    Estamos sem nos falar, e minhas variações de humor são constantes. Às vezes, o culpo pelo sofrimento e sinto raiva. As vezes, me culpo fico chateada, frustrada, decepcionada... Mas tenho resistido às tentativas dele de se reaproximar pois tenho medo de nos magoar demais, de sofrer, tenho receios que não consigo verbalizar, e contraposto à isso tenho medo de perdê-lo.

    De qualquer forma, não quero vê-lo triste, como já vi, nunca mais. E mesmo com todos esses medos gostaria de abraçá-lo agora. E diante, disso não sei como me posicionar, pois acredito que tenho um karma amoroso - dia 18 -, além de cogitar que ele seja minha alma gêmea.

    Qual dos dois poderia ser? Realmentr tenho esse karma? Algum conselho?

    ResponderExcluir
  44. Minha querida leitora:
    Quem lhe falou de karma 18 está equivocado.
    O 18 não é um karma, mas um número favorável à visão de um mundo humanitário, por somar 9.
    É natural que por envolver os números de poder 1 e 8, não seja uma conciliação fácil, mas quando se consegue surge uma consciência fortemente voltada para o coletivo.

    Quanto aos seus sentimentos, procure se conhecer cada vez melhor para poder identificar o que é atração e o que é afinidade espiritual.
    Às vezes, as heranças de vidas passadas fazem com que nos aproximemos de almas com as quais deixamos casos pendentes, a serem resolvidos nesta vida.
    Outras vezes, são as almas que se aproximam, mas, suas personalidades não se harmonizam, e criam os conflitos e as crises, a cada aproximação.
    E para que fique bem clara a questão das almas gêmeas, o que identifica uma alma gêmea é a influência benéfica junto a uma outra, ajudando-a a crescer e a vencer desafios.
    A alma gêmea não é uma alma igual à outra, mas uma que inspira e fortalece a outra. É comum duas pessoas que se amam discordarem e se atritarem, mas se isto resultar em vencer desafios e promover ações de autoestima, elas bem que podem ser duas almas gêmeas.
    A ilusão de duas almas que fazem tudo que a outra quer é uma fantasia romântica que não corresponde à realidade.
    Agora, o julgamento fica por sua conta.
    Se quer mesmo um conselho, recomendo que se chegue a ele, e corra o risco de não dar certo. O medo só atrapalha.
    Se ficar com medo de desfazer o sonho, então, tudo ficará como um eterno e romântico sonho.
    Agora, decida.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  45. Procurar me conhecer melhor é bom começo para que eu consiga clarear as coisas.
    Estou extremente agradecida, Gilberto.
    Vou fazer bom proveito do que me foi dito, e novemente obrigada.

    ResponderExcluir
  46. Pode me chama de Ana,
    Gostei muito da página, e fiquei feliz em saber que responde nossas dúvidas. Gostaria que me ajudasse a entender o que realmente acontece com a gente. Não quero citar nomes nem locais para nos preserva. Mas há 4 anos atrás me casei com um rapaz do Rj e por esse motivo sai da minha cidade. Foi tudo muito novo, porque eu era de uma cidade muito pequena apesar de ser capital também. Eu estava a procura de emprego, e surgiu uma oportunidade que não me interessou muito por conta do salário, mas o RH da empresa insistiu comigo e acabei aceitando a proposta, até achei estranho porque empresas geralmente não insiste se o candidato não quer. Nos primeiros meses sentia um arrependimento muito grande de estar na empresa, mas os meses foram passando e fui executando meu trabalho com excelência e comecei a ser observada pelo diretor financeiro. Fiquei sabendo que ele fazia alguns comentário ao meu respeito, e isso começou a chamar minha atenção. Na festa de confraternização ele me observava bastante! depois de um tempo comecei a observá-lo, começamos a trocar olhares e quando me dei conta já estava sentindo algo inexplicável e sentia também que esse mesmo sentimento estava tomando conta dele também. Trocávamos olhares muito profundos, não tínhamos muito contatos pelo fato dele ser um diretor e eu apenas uma funcionária mas quando nos encontrávamos pelos corredores eram sensações maravilhosas e únicas. Motivo para mudar o dia de trabalho e sentia que com ele era a mesma coisa. Os meses foram passando e algo dizia que sentíamos os mesmos sentimentos, quando ele ligava no meu ramal para pedir algo, nosso tom de voz parecia o mesmo, suave, calmo, e gerava uma grande paz. Nos sentíamos pela voz e pelos olhares profundos. Cheguei a ter impressão que ele me observava pelas câmeras da empresa e redes sociais. Não nos falávamos nada fora do contexto da empresa, mas comecei a notar ele passando por diversas vezes no meu departamento, e eu sabia que era para me ver, eu gostava e meu dia mudava e sei que ele fazia o mesmo para mudar o dia dele. Notei algumas atitudes que parecia ciúmes quando outro homem se dirigia a mim muito sutil mas existia. Ele passou a se dirigir ao meu departamento todos os dias para me ver. Houve um grande problema na minha vida e eu tive que pedir para sair, uma decisão muito difícil. Quando ele ficou sabendo, ele mudou completamente comigo, sentia ele mais triste, e passou a ir poucas vezes na empresa no meu período de cumprimento de aviso, sentia ele mais calado e fechado em sua sala. Um dia esperei que todos da empresa saísse e fui na sala dele para conversar, e explicar o porque precisava sair da empresa, já que estávamos nos curtindo de uma forma especial e única. Foi único esse momento parecia que éramos amigos, sei lá, algo forte, e diferente, nos entendemos completamente, uma conversa prazerosa mesmo sendo para dar uma notícia que ele jamais esperou da minha parte. Foi a primeira vez que nos falamos e última. Depois disso sentia o sofrimento dele que também estava me atacando. Eu chorava quase todos os dias, estava sofrendo muito por ter que sair da empresa e deixá-lo. No meu último dia de trabalho, ele passou pelo meu setor não despediu de mim e disse que se a menina que eu estava treinando não aprendesse o trabalho, eu teria que voltar para empresa, dai virou as costa e saiu. Nunca mais nos vemos. Hoje estou sofrendo por tudo, como se algo não tivesse concluído. E sei que ele também está sofrendo. Queria deixar claro que eu sou casada há 4 anos tenho 35 anos e amo meu marido, ele é um homem maduro de aproximadamente 55 anos judeu casado e eu evangélica um pouco afastada . Sinto que há algo entre nos, muito forte. Não era desejo sexual, mas algo diferente. Eu sentia uma enorme vontade de estar em um lugar distante com ele nos curtindo, conversando, sei lá! Não consigo explicar. E sei que ele tinha as vontades dele também. Espero que isso não seja nada da minha cabeça!
    Obrigada pela atenção e aguardo uma ajuda.

    ResponderExcluir
  47. Minha cara leitora, Ana:
    As almas gêmeas não racionalizam, quando se encontram, e são capazes de largar tudo para se unirem.
    Este não foi o seu caso, já que viveu um clima de romance e nada fez para mudar o curso da sua vida.
    Se ama o seu marido, não deveria alimentar a relação com seu diretor, ainda que, aparentemente, inocente.
    Sempre que um homem e uma mulher se sentem atraídos, ou são influenciados por um sentimento amoroso ou por um romantismo, que pode ter diversas origens.
    A principal origem é kármica, um reencontro de duas almas que tiveram algum relacionamento numa outra vida.
    Outras influências podem ser por carências ou frustrações.
    Muitas vezes, o casal pode se amar, mas uma das partes pode não estar inteiramente realizada, seja por não receber um carinho, uma atenção ou uma satisfação física plena.
    Em tais situações, essa pessoa pode sonhar com alguém que possa oferecer-lhe aquilo que esteja fazendo falta.
    Quando esta insatisfação também está ocorrendo com uma outra pessoa com quem ela convive no seu dia a dia, então, pode se criar um tipo de relação que se assemelha a amor, mas não passa de realização por estar recebendo o que o seu parceiro não consegue dar.
    Quando se trata de uma frustração feminina, normalmente, ela está carente de atenção e de mais romance.
    Se ama de fato o seu marido, procure conversar com ele a respeito do que está faltando no seu relacionamento.
    Seja sincera, e diga o que está se passando na sua alma e sobre o que ele não lhe está proporcionando, mas que está fazendo falta.
    Não se engane, Ana. Se quer manter o seu casamento, vai ser preciso ter coragem de enfrentar os seus medos e abrir o seu coração para o seu marido.
    Esconder o que está sentindo, só vai resultar numa futura situação nada confortável para os dois.
    Quanto ao seu ex-diretor, se ele for casado, pode adaptar o que eu disse acima a seu respeito para a vida dele.
    Homens também vivem romances, apesar de valorizarem os aspectos sexuais.
    A solução está na sua sinceridade quanto ao que sente por seu marido, e o quanto está disposta a salvar a relação.
    Da maneira que está conduzindo tudo isto, pode estar a um passo de acabar com o casamento. Basta reencontrar seu ex-diretor, e receber uma proposta mais íntima, já que não é mais funcionária da empresa, o que podia ser um fator para inibir qualquer iniciativa da parte dele.
    Mas, isto não tem nada a ver com almas gêmeas. Pode crer.
    Espero que tenha coragem de enfrentar a situação de frente.
    Boa sorte.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  48. Obrigada!!!!! Me esclareceu muito.
    Realmente preciso enfrentar, e seguir a diante minha vida.

    ResponderExcluir
  49. Ola pode me chamar de Maria,
    Gostava de expor a minha história pois acho bastante interessante este tema de almas gêmeas. Há 6 anos atrás vi um garoto em um local pela primeira vez, nunca o tinha visto antes na vida mas inexplicávelmente senti uma atração que não encontro palavras para descrever, curiosamente era uma pessoa completamente comum não pertencendo aos padrões de beleza que salta há vista de qualquer garota! Por muito que quisesse conhecê-lo não tive coragem de abordá-lo, ele foi embora. Voltei no dia seguinte com a esperança de o voltar a encontrar, encontrei-o e no meio da multidão ele dirigiu se a mim porque a atração que eu senti afinal era recíproca! Infelizmente descobri que ele vivia fora do país e que estava apenas de férias, mas nos 3 anos que se seguiram não foi isso que impediu o nosso amor, vivíamos um amor intenso quando estávamos no mesmo espaço físico, conversávamos durante horas, sentíamo nos completos, tentamos arranjar várias soluções para ficar mos juntos de vez! Tínhamos imensas situações de sintonia, ainda as temos. Estranhamente amávamos como se não houvesse amanhã mas parecia que as nossas personalidades chocavam, muita teimosia entre nós mas não conseguíamos estar separados.. Começou a existir um conflito ao qual não havia qualquer explicação, nenhum motivo, nenhuma razão, começa mos a magoar um ao outro apesar de nos amar mos! Ele apontava me o dedo e queria que eu amadurece se a força. De qualquer das maneiras quando estava mos juntos sentíamo nos um só! Vivíamos um amor tão intenso que não há palavras que descrevam! Mas sentia que ele era uma pessoa envolvida numa nuvem negra de energia negativa, mas estranhamente eu sentia que essa mesma nuvem me atraía e ao mesmo tempo afastava, não sei explicar! Comecei a sentir me sofucada, parecia que numa hora nos completava mos e na outra nos feriamos sem razão. Decidi seguir a vida e conseguir larga lo, tarefa que era quase impossível. Consegui encontrar outro alguém, hoje sou comprometida mas ele não me sai da cabeça e eu não lhe saio da cabeça, ele estagnou na vida, não constitui família apenas vive um dia de cada vez. Não sei o que é isto mas o sentimento de há 6 anos atrás é o mesmo.

    ResponderExcluir
  50. Minha cara leitora, Maria:
    Este é mais um caso que não tem nada a ver com almas gêmeas.
    O que se passou na sua vida é definido como romance e paixão.
    O romance é uma relação em que os sonhos e as fantasias tomam o lugar da realidade. A paixão é um sentimento que nada tem a ver com o amor, pois acontece sem que se faça necessário conhecer intimamente a pessoa por quem se sente paixão.
    Almas gêmeas são aquelas que se atraem a partir de um contato mais próximo, que promove o perfeito entendimento entre ambas as partes. Os dois precisam estar perto um do outro. Não há nada que os separe. E se houver, será logo afastado do caminho, para que a vida a dois aconteça.
    Se quer curtir um sonho romântico pense sempre nele, como um amante apaixonado, que seria capaz de salvá-la do perigo e do sofrimento.Mas, entenda que isto será apenas um sonho.
    E todos nós gostamos de sonhar. Só não podemos misturar os sonhos com a realidade.
    Abraços.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  51. ola
    vi o post por acaso e achei muito interessante
    vou relatar a minha historia pois considero que se tratou de almas gemeas e gostava de uma explicaçao para o que se passou, tenho 47 anos ainda jovem conheci um rapaz que veio a ser meu marido namoramos 5 anos namoro que atravessou varias dificuldades pois ele pertencia a uma classe social superior à minha o amor venceu casamos, tivemos um filho, nosso casamento foi feliz embora com altos e baixos o pior foi mesmo a mae dele que nunca me aceitou e fez de tudo para nos separar o que acabou por acontecer ao fim de 21 anos de casamento, fui traida e bastante mal tratada, estamos divorciados à mais de 1 ano ele já tem outra pessoa mas mesmo assim eu acho que ainda o amo a minha questão é a seguinte será que éramos almas gémeas e nunca vou conseguir esquece lo? será que vou voltar amar e ser amada?
    Abraços
    Maria (Portugal)

    ResponderExcluir
  52. Minha leitora, Maria de Portugal:
    Lamento, decepcioná-la, mas o seu caso não tem o perfil de Almas Gêmeas.
    Quando duas almas são gêmeas, elas não se separam depois de 21 anos juntas.
    Uma das partes não se une a uma outra pouco depois da separação.
    Ele não está preocupado se os dois eram Almas Gêmeas, pois se estivesse não teria casado com outra, e se mantido à distância.
    O seu caso é diferente, pois foi traída e abandonada, e, talvez, imaginar que fossem Almas Gêmeas seja um consolo.
    Pode esquecer o seu ex. A mãe dele foi mais forte e o filho não conseguiu manter a relação.
    Agora, talvez, a mãe esteja satisfeita e aprovando o casamento do filho.
    Quer um conselho?
    Se acredita que pode encontrar a sua Alma Gêmea, sai à luta, e deixe de lamentar o casamento fracassado.
    O seu parceiro, a sua Alma Gêmea, pode estar bem mais próximo, do que imagina.
    Não fique alimentando sonhos ou mágoas.
    Se valorize e fortaleça a sua autoestima.
    Boa sorte, Maria.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  53. Olá Gilberto,tudo bem?
    Primeiro..gostaria de parabenizá-lo pelo blog. O conteúdo exposto está muito bem explicado. Além disso, o modo como você interage com seus leitores é muito bacana, muito gentil e atencioso.
    Enfim, li o post e também as perguntas de outros usuário. No entanto, não consegui achar a resposta para uma dúvida minha.
    Acredito que o que aconteceu comigo não seja questão de alma gêmea, mas foi algo estranho que nunca havia me acontecido.
    Eu estava vivendo um momento voltado para a minha vida acadêmica. Mergulhei nisso para fugir de algumas questões pessoais.
    Pois bem, estava eu na aula quando entrou um rapaz na sala. A partir daquele momento eu não conseguia mais tirar os olhos dele. Foi como se meu corpo inteiro reagisse a presença dele naquele lugar. O mais curioso é que eu sentia muita atração, queria estar perto, mas aquilo também me causava um incômodo grande. Então por mais que eu quisesse estar perto, eu sentia um certo alívio quando estava longe. Sentia alívio, porém também sentia saudades e ficava triste. Era uma coisa tipo: quero estar perto, mas quero fugir. Nós não trocamos uma palavra durante o pouco tempo que convivemos naquela sala. Apenas trocamos olhares silenciosos. Eu olhava para ele e ele retribuía. Não sei como, mas isso acabou me provocando reflexões. Ele me mostrou questões que eu precisava rever. Enfim,logo depois ele trancou a matéria, sumiu e eu fiquei com ele “eternizado” na minha mente. Se por um lado foi bom, digo que por outro foi péssimo porque sinto muita falta de alguém que nem mesmo conheci.
    Gostaria de saber se você tem alguma opinião sobre isso, pois já tentei buscar respostas em diversos lugares e ainda não encontrei. Anh e me desculpe pela pergunta grande, juro que tentei ser sucinta!Rs
    Abraço

    Marilia.

    ResponderExcluir
  54. Oi, Marília;
    Agradeço suas palavras muito gentis sobre a minha forma de interagir com os leitores.
    Eu tenho isto como minha missão nesta vida, e não devo, nem posso, deixar de fazê-lo.
    Quanto à sua experiência, ainda que não tenha os sinais das almas gêmeas, é um fato muito corriqueiro, para quem lida com o mundo espiritual.
    A todo momento, na maioria das vezes, de modo imperceptível, cruzamos com pessoas com cujas almas já convivemos noutras vidas.
    Em certos casos, essas pessoas nos atraem e em outras nos causam repulsa.
    Já percebeu como simpatiza com alguém que nunca vira antes, e como antipatiza com outras, em idêntica situação?
    Acredito que, no seu caso, tenham sido duas almas que tiveram algum tipo de relacionamento, em vidas passadas, e as energias se reconheceram.
    Como houve atração, devem ter sido amantes, namorados ou, quem sabe, casados.
    O incômodo que sentia, ao mesmo tempo que se sentia atraída, pode sugerir que o relacionamento não acabou muito bem, o que lhe deixou sentimentos desagradáveis.
    A lembrança que sente dele é, perfeitamente, explicável, como a reação do que o reencontro lhe causou.
    Afinal, houve um reencontro, e com ele uma atração. A interrupção do processo deixou-lhe um sentimento de assunto mal resolvido, que pode ter sido o mesmo que aconteceu naquela outra vida.
    O que procuro esclarecer às minhas leitoras é que almas gêmeas se atraem e se sentem partes externas, uma da outra.
    Elas reencarnam em busca de realizar missões conjuntas, ajudando-se mutuamente.
    E nem sempre, na relação das almas gêmeas tudo são flores, pois, elas vêm para ajudar a promover mudanças e, muitas vezes, resgates kármicos, em meio a sacrifícios e frustrações.
    Alma gêmea é a que ajuda a superar karmas e a cumprir missão que proporcione a evolução da outra.
    Muitas vezes, nem se reconhece a alma gêmea que está ao nosso lado, por sonhar-se com prazeres e riquezas, e ela estar ali para consolar as dores e a pobreza.

    Acho que ficou bem entendido, não é?
    Ah, a propósito, se o tal rapaz for mesmo a sua alma gêmea, ele reaparece na sua vida.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gilberto,

      Muito obrigada pelo esclarecimento. Pude compreender perfeitamente.
      Um abraço

      Marilia

      Excluir
  55. Ola, tenho 26 anos e já encontrei a minha alma gémea, somos colegas de trabalho. O pior é que ela tem um namoro de seis anos. No inicio meti na cabeça que podemos ser almas gémeas mas nesta vida não devemos ficar juntos. Depois com o passar do tempo fui gostando mais e mais dela que hoje estou completamente apaixonado e não sei o que fazer. Não sei se lhe conte os meus sentimentos ou se deva fazer de tudo para a tirar da cabeça.

    Espero por algum concelho, abrigado.
    Pedro.

    ResponderExcluir
  56. Meu caro, Pedro:
    Você não encontrou a sua alma gêmea, mas uma paixão.
    A paixão é um sentimento individual, mas o que se reconhece como almas gêmeas tem a ver com um sentimento mútuo.
    Se quem sente é você, ainda não existe a alma gêmea, pois é só uma das partes, que está apaixonado.
    Talvez, para ela, a alma gêmea dela seja o namorado de seis anos. já pensou nisto?
    O melhor é se deixar conhecer melhor por ela, e ver se ela sente algo parecido.
    Se for confessar o seu sentimento, assim de cara, ainda corre o risco de perder a amizade.
    Vá com calma.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  57. Parabéns, Gilberto, pelo artigo e pela Mestria com que você trata este assunto!
    Cheguei aqui pelos mesmos motivos de nossos colegas e companheiros de caminhada...
    E sinceramente não posso concluir sobre a minha relação que estou a analisar... que ela vem de outras vidas, isso está claro para nós dois...todavia, a parte mais difícil para nós no momento é descobrir a nossa missão em conjunto...
    Por isso, eu quero te pedir se vc poderia explicar ao certo esta complementaridade do 1 (o 1 de cada um dos dois; é isso?) com o 2 (formando um 2 pleno??)!??
    Muito obrigada!
    (Me chamo Daniely)
    Namaste!

    ResponderExcluir
  58. Minha cara leitora, Daniely:
    Não entra nessa de tentar racionalizar os seus sentimentos e do seu parceiro.
    Se já concluiu que há uma forte ligação entre os dois, preocupe-se, somente, em alimentar esses sentimentos.
    Não tente entender o que seja a missão em conjunto, pois essa busca pode muito mais atrapalhar do que ajudar.
    Muitas vezes, as almas gêmeas trazem karmas de outras vidas que precisam ser vencidos em conjunto. E tomar conhecimento deles pode prejudicar, se não houver um entendimento claro do que se trata.

    A base do que se entende por qualquer casal, sendo ou não alma gêmea, é que o lado individual de cada parceiro dê espaço para os sentimentos e ações conjuntas do casal.
    Não há nenhuma certeza que os parceiros pensarão ou sentirão da mesma forma, mesmo que sejam almas gêmeas.
    Os ideais e os princípios estarão focados nas mesmas metas, mas podem ter suas formas diferentes de atingi-las.
    Portanto, o importante é amar e estar preparada para se deixar amar. Não cobrar perfeições, pois cada qual tem seus defeitos, e estão no mundo para corrigi-los.
    Para viver um grande amor, o que se espera de cada parceiro é que se dedique a fazer o companheiro e a companheira feliz.
    E, para isto, é preciso aprender a abrir mão dos seus direitos, e se ocupar mais dos seus deveres.
    Espero que tenha ajudado.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  59. Gilberto, muito obrigada!
    Ajudou e mto! Vc respondeu parecendo conhecer nossa história, embora eu não tenha dito quase nada...
    Dá pra vc comentar como seria a união de uma alma com lição de vida 6 com outra com lição de vida 33?
    É o nosso caso...
    Muito obrigada, novamente!

    ResponderExcluir
  60. Como uma autêntica Daniely, és muito teimosa.
    Não insista que eu não vou entrar nessa.
    Qualquer coisa além do que já foi dito só com um estudo minucioso do mapa dos dois.
    Portanto, feche os olhos e idealize o que imagina ser o futuro dois juntos, e tente realizar o sonho.
    Se tiver convicção no que mentalizar, tudo acontecerá como imaginar.
    Boa sorte.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  61. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  62. Boa noite, adorei sua matéria!

    Então, a 4 anos conheci uma pessoa, temos uma relação extraconjugal...já tentamos por diversas vezes nos separar para mantermos nossos casamentos, porém algo mais forte do que nós faz com que sempre reatemos...não conseguimos ficar longe um do outro mais que 15 dias...sofremos muito com tudo isso, pois não temos coragem de nos separar devido tudo que envolve...filhos e tal... Ele era uma pessoa bem difícil de conviver e eu não sei pq sempre procurei ajuda-lo emocionalmente e espiritualmente. Ele passou a cuidar mais do seu lado espiritual depois que me conheceu...fez alguns tratamentos como terapia de vidas passadas e outros e hj se encontra em.um.processo de evolução emocional e espiritual muito grande - ele sempre fala que eu fui a responsável por isdo-. Mas daí eu me pergunto: será que somos almas gêmeas, será que iremos conseguir ficar juntos nessa vida? Somos muito apaixonados um pelo outro...

    ResponderExcluir
  63. Boa noite, minha romântica leitora!
    Essas paixões como a narrada no seu conto de amor não costumam ser os exemplos mais indicados pelos psicólogos para simbolizarem as almas gêmeas.
    Há muitas vidas em jogo nessa relação que descreveu, e isto pode ser prenúncio de muitos dissabores e tristezas, quando a relação for descoberta.
    Sim, um dia, não dará mais para encobrir, e então sofrerão marido, esposa e filhos.
    Quando isto vier a acontecer, e sempre vem, não vai dar para continuar a crer que a relação apaixonada seja entre duas almas gêmeas.
    Cuidado, minhas leitoras, para não confundirem reencontros kármicos com amor de almas gêmeas!
    Eles se parecem mas não são as mesmas coisas. Eles começam muito parecidos, e terminam completamente diferentes.
    Faço votos para que as traições amorosas não se transformem em desilusões e desenganos para todos os envolvidos.
    Boa sorte.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  64. Caro Gilberto,

    Ao se encontrarem, almas gêmeas podem estar comprometidas com outras pessoas?
    Necessariamente precisam viver juntas para serem consideradas almas gêmeas?
    Agradeço a atenção,
    Anne

    ResponderExcluir
  65. Cara leitora, Anne:
    Muito interessantes as suas perguntas.
    Sim, duas almas gêmeas podem estar vivendo com outras pessoas, que, por sinal, podem, também, serem almas gêmeas delas.
    Não cruzamos somente com uma alma gêmea a cada vida, por isto mesmo, surgem os grandes casos de paixão e sofrimentos.
    Não, necessariamente, as duas almas não precisam viver juntas para serem consideradas almas gêmeas. Mas, é uma enorme e sofrida frustração, duas almas gêmeas se encontrarem e não poderem viver juntas.

    A quem fez duas perguntas tão sensatas, eu quero esclarecer que não são simples almas que já tiveram uns casos de amor noutras vidas que podem ser consideradas como almas gêmeas.
    Dizem os Mestres que, são necessárias as reencarnações compartilhadas, através de sucessivas vidas, quando uma nasce como contraparte da outra, para que sejam consideradas almas gêmeas.
    Em cada encarnação elas são atraídas uma pela outra, mas, nem sempre conseguem viver juntas. E, numa busca incessante, elas vão reencarnando nas mesmas épocas, até conseguirem a união perfeita.
    A energia de atração entre elas, no entanto, é intensa e permanente.
    Enquanto não são capazes de viver juntas, sofrem muito, mas não desistem.
    E, a partir da união, nunca mais se separam.
    É bom não confundir almas gêmeas com os reencontros kármicos, quando duas almas por terem dívidas kármicas se unem para pagar seus débitos, uma com a outra.
    Acha que já seja suficiente para um bom entendimento, Anne?
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  66. Caro Gilberto

    Obrigada pela resposta tão esclarecedora.
    Há tempos venho em busca de explicações e respostas ..
    Há 15 anos conheci um homem( chamarei de Ramon). Na época éramos comprometidos, porém isso não nos impediu de ter um relacionamento de quase 04 anos. Desde o início percebi que era diferente de tudo que havia vivido até ali. A recíproca sempre foi verdadeira. Entretanto, depois de algum tempo , Ramon foi viver no exterior e eu decidi me desvencilhar daquele relacionamento, apesar de amá-lo muito. Já estava sozinha e pouco tempo depois conheci meu marido .
    Depois que Ramon retornou, já estava casada e nunca mais tivemos nenhum relacionamento amoroso, entretanto nos falamos eventualmente e por 5 ou 6 vezes nos vimos.
    Não temos a intenção de nos separar de nossos respectivos cônjuges pois não queremos que ninguém sofra por nós, mas sinceramente não consigo descrever em palavras nosso sentimento.
    Quando conversamos sobre o cotidiano da vida, a conversa flui normalmente, porém se tocamos em assuntos do coração, sempre existem lágrimas, e por mais estranho que possa parecer, elas não são de tristeza. Saudades, talvez.
    Desde de que o conheci, senti que ele era meu e que de alguma forma mesmo que distantes nada mudaria, o que de fato aconteceu.
    O máximo de contato físico que tivemos após meu casamento , foi um abraço, e mais uma vez a sensação sentida é indescritível.
    Enfim, temos o mesmo sentimento há 15 anos e depois de todo esse tempo venho atrás de respostas..
    Obrigada pela atenção
    Anne

    ResponderExcluir
  67. Concluindo o assunto, Anne, quero dizer que o destino traça os rumos, cabe a nós seguir o que a vida nos oferece.
    Casamento é muito mais do que emoção, e nem deve ser considerado, também, uma união de dois apaixonados.
    Casamento é companheirismo e amizade, e se tivermos bom senso, vamos aceitar que mais vale amigo e companheiro ao nosso lado, do que uma grande paixão.
    Uma coisa é sentir emoção num abraço, e outra é viver ao lado de alguém, com os rotineiros acertos e desacertos de uma relação.
    Boa sorte, Anne.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  68. Caro Gilberto

    Agradeço sua atenção e digo que concordo com suas palavras.
    Tudo tem seu tempo...

    Anne

    ResponderExcluir
  69. Caro Gilberto
    Há muito que me venho questionando porque se encontram as almas gémeas quando ambos são casados e têm filhos de outros companheiros.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  70. Minha cara leitora, Helena:
    Estranho seria se elas não se encontrassem, pois a cada nascimento, nasce uma contraparte do outro.

    Por isto, há muitas almas gêmeas espalhadas por esse mundo afora, pois, como já disse, sempre que alguém nasce, uma contraparte sua nasce também.
    Se vão se encontrar ou não, só Deus sabe!

    E, por fim, no meio da trajetória, existem os reencontros kármicos que são os casais que possuem dívidas kármicas, e se unem para pagá-las, um ao outro. Mas, muitas se encontram, sim, apesar de nem sempre se reconhecerem. Mas, neste caso, fica para a próxima.

    Acho que isto já explica um pouco, não é?

    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  71. Nem imagina o sofrimento que traz. É Dilacerante!

    ResponderExcluir
  72. Se dilacera, também acelera o resgate dos karmas.
    Infelizmente, a cada vida prestamos conta do que que foi feito noutras vidas.
    Se há karmas, há sofrimentos, como efeitos dos erros cometidos.
    O sofrimento, porém, pode libertar, mas enquanto isto, pode dilacerar.
    Somos nós os responsáveis pelas dores da dilaceração. então, o melhor é aceitar e seguir em frente, não é minha leitora?
    Quem sabe, num futuro próximo!
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  73. Ola boa tarde, vou tentar resumir minha situação. Conhecia de vista um homem que frequenta alguns lugares que eu vou, desde que o vi senti algo muito bom por ele, uma energia de carinho. Pois bem em um evento nos encontramos e de cara tivemos afinidades e ficamos próximo um do outro, ele me convidou para irmos para outro evento depois e ficamos conversando a noite toda, ele quis me beijar e eu não quis. Desde então nossa amizade so cresceu e depois de dois meses acabamos nos beijando. Fiquei sabendo na época que ele estava para se decidir se continuava ou não em um relacionamento que foi muito traumático para ele, no decorrer de alguns meses ele realmente resolveu não voltar com a ex, e ai eu e ele transamos algumas vezes, temos uma sintonia enorme, um confia muito no outro, e temos uma amizade ótima e uma química perfeita. Ele sabe disso também e quando estamos juntos ele me abraça, me elogia, e sempre acontece muitas coisas para nos aproximar. A questão é que ele me disse que tem medo de se soltar mais, de continuarmos nos vendo por que não esta preparado para um namoro nem comigo nem com ninguém. Ele tem alguns problemas com depressão e álcool, e eu por mais que tente encontrar outro homem ou me desvincular dele, não tem aparecido ninguem, e sempre acontece algo que me aproxima dele de novo. Ele nasceu dia 16 e eu 25. So escrevi porque vi que você responde. Fernanda

    ResponderExcluir
  74. Cara leitora, Fernanda:
    Sinto muito informar, mas isto não se trata de almas-gêmeas.
    Esta conversa de deixar um relacionamento, e depois de transar, dizer que tem medo de relacionamento sério, é papo-furado de homem, antes de pular fora.
    Recomendo-lhe assistir o filme "Ele não está tão a fim de você". E nunca mais se iludir com essa conversinha "eu te amo, mas tenho medo de não dar certo".
    Neste mundo louco, depressão, quase todo mundo tem, e problemas com álcool é unanimidade nacional.
    Boa sorte com outros.
    Abraços.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pela resposta, sim ele é meio confuso rsrs, mas nos continuamos a transar, não creio que ele quer me dispensar pois vive atras de mim, nos sempre nos encontramos e somos muito amigos. Entendi o que você disse mas creio que não seja uma desculpa dele para me dispensar, se fosse isso não estaríamos tão próximos. Eu acredito que todos temos o direito de querer namorar ou não, desde que o conheci ele foi bem sincero. Eu como terapeuta holística posso dizer que tenho um pouco de conhecimento e sinto nele uma pessoa perdida mas que esta evoluído,mesmo ele não sendo minha alma gêmea o que sentimos um pelo outro é amor sim.
      Obrigada Fernanda

      Excluir
  75. Gilberto, dia 30 de Janeiro fui a um posto de gasolina com alguns amigos..bom lá ocorreu uma briga do amigo do cara que eu estava saindo, então foi chegando algumas pessoas desconhecidas, vi um garoto e foi automático, fui conversar com ele pelo que eu vi ele não era muito de conversa mas mesmo assim pediu meu número, acontece que não tenho a mémoria muito boa e nunca decoro número de celular nome ou coisas do tipo, e havia esquecido meu celular em casa, mas ele estava com uns amigos também, bom alguma coisa muito estranha me dizia que eu tinha que conhecer aquelas pessoas perguntei o nome dele e do amigo dele, tenho a memoria muito fraca, e se fosse qualquer outra pessoa não teria gravado o nome, só sei que fiquei repetindo o nome do amigo dele na cabeça ate chegar em casa "lucas matias", e assim que cheguei procurei no facebook e adicionei ele e o garoto de quem falei..bom, começamos a conversar e nos conhecer, sai com ele algumas vezes e certamente fomos nos gostando cada vez mais, com um tempo ele me contou que nunca tinha feito isso, nunca tinha pedido o número de uma garota ou se quer ter falado com uma por vontade própria, pois ele era muito ant social e passou praticamente 19 anos jogando jogos em casa..mas ele disse que sentiu isso também uma sensação de "eu tenho que conhecer essa pessoa", ele teve um relacionamento anterior de 3 anos..mas tirando isso tinha muito medo de relacionamentos, enfim..hoje fazemos 8 meses de namoro e gostaria de saber se ele e a alma gêmea,bom já ouvi de muitas pessoas que somos um casal muito lindo, é que da para ver que temos "a mesma loucura", a mesma vontade de permanecer juntos e construir algo. pra mim nos complementamos, e como se fossemos apenas 1, meus sentimentos por ele são tão fortes, mas tão fortes que as vezes não cabe no peito..como todo casal temos nossas brigas, desentendimentos mas e tudo tão verdadeiro, um sentimento muito puro..queria saber se com isso consigo identificar se ele é ou não minha alma gêmea.
    já pesquisei sobre esse tema antes pois minha ligação com ele e muito forte, mas esperei um pouco mais para poder fazer a pergunta.
    gostaria muito da sua ajuda, obrigado des de já abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. opa, esqueci de mencionar. Essa semana fiz uma consulta de tarô, e saiu duas cartas a carta do sol e a outra não me lembro muito bem qual era kkkk, bom..As cartas indicaram "A união de duas almas perfeitas"..oque me deixou mais instigada no assunto..

      Excluir
    2. Me lembrei, Sol com dois de copas, e a torre..somos de capricornio os dois também..é somos nos mesmos o tempo todo.
      (escrevi varias vezes pois sempre esqueço de colocar algo) beijos, aguardo ansiosa pela sua ajuda sobre minha dúvida.

      Excluir
  76. Minha leitora, Vick:
    O que lhe aconteceu é muito comum de acontecer, quando ocorre um reencontro kármico.
    O reencontro kármico é o reencontro de duas almas que já se conheceram ou se relacionaram noutras vidas.
    Acontece que não se pode considerar um reencontro kármico como um encontro de almas gêmeas.
    O melhor é não tentar definir a relação, e simplesmente prosseguir o relacionamento.
    Daqui a um ano, volte a me escrever, e me diga como vai indo o relacionamento.
    Nesse período, os acontecimentos podem ajudar melhor na análise.
    O meu conselho é não se preocupar em rotular a sua relação, mas vivê-la.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  77. Só o tempo dirá, Vick.
    Sentimentos não são para se entender, mas para se viver.
    Não perca seu tempo, tentando entender, o destino traça um plano, mas somos nós que executamos o plano.
    Eu estou acostumado a lidar com casos semelhantes. Uns dão certo, outros, não.
    Tomara que o seu dê certo!
    Boa sorte.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  78. o senhor é muito sábio, em 1 ano volto para lhe contatar obrigado pelas belas palavras beijos.

    ResponderExcluir
  79. Estarei aguardando-a, Vick.
    Desejo-lhe muito amor e felicidade.
    Até 2017!
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  80. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (Conheci ela a cerca de dois anos) no texto acima engoli uma palavra rs

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  81. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  82. Minha querida, leitora;
    Releia o texto da postagem e leia os comentários que fiz para os demais leitores, e encontrará a resposta para os seus questionamentos.
    Isto se chama reencontro kármico. A alma gêmea só pode ser identificada após anos e anos de convívio.
    Essa atração é muito comum, e pode ser encontrada entre amigos e amigas, chefes e colegas de trabalho, e entre todos que têm um impulso de atração logo num primeiro contato.
    O que eu posso dizer?
    Eu não sei o que e quanto sente, não sou uma das partes envolvidas e nem sou eu aquele que karmicamente está vivendo a situação.
    Ninguém pode dizer-lhe o que fazer.
    Ponha a mão na consciência, e faça.
    As consequências serão seus karmas, que podem ser bons ou maus.
    Sinto muito.
    Abraço.
    Gilberto

    ResponderExcluir
  83. Oi, há uns 5 anos conheci uma pessoa que nos primeiros momentos não achei graça nenhuma.Porém em pouco tempo de convivência nasceu uma grande atração entre nós.Como sou casada, passei a tentar me esquivar dele assim que uma colega me chamou a atenção para essa atração que eu não tinha me dado conta. Então ele nunca aceitou e sempre fez de tudo pra me chamar atenção. Ano passado, devido à dificuldades profissionais que passamos juntos e a insistência dele, voltamos a ser amigos e logo, a atração deu lugar a uma grande paixão. No início deste ano quando passamos a cogitar a ideia de um romance. Ele foi nomeado para um concurso (que já dava por perdido)e foi embora para outra cidade.Nunca mais tivemos contato, salvo nas férias que (em mais um entre outros casos de sincronicidade entre nós)eu o vi no centro da cidade mas não quis falar.Foi um caso que me impressionou demais pois ele não tem nada fisicamente, nem no estilo que né chame a atenção.O que me chamou a atenção nele foram as atitudes e valores de vida muito parecidos com os meus, nos entendiamos pelo olhar.O Olhar é o que mais me marcou nessa história, aliás que denunciou a atração dele por mim.Tinhamos muito em comum e tal e os casos de sincronicidade são impressionantes, direto o encontrava nos lugares mais improvávei.Não consigo esquecê-lo pois ele era meu cúmplice em muitas coisas que fazia.Acredito mesmo que possa se tratar de amor de almas. Gostaria de saber se o fato de ele ter partido tem a ver com destino ou algo assim?

    ResponderExcluir
  84. Minha cara, leitora;
    Tudo leva a crer que já tenham tido alguma relação noutra vida, e que se deu o famoso reencontro kármico.
    Mas, se o destino os separou, é porque não é para terem um novo relacionamento nesta vida.
    Ou, se for para terem mais tarde, não faça nada, fique apenas atenta aos sinais.
    Mas, não se iluda, pense bem, no que vai fazer. Uma atitude impensada pode acabar com o seu casamento, causar infelicidade a muitas pessoas e gerar karmas.
    Juízo, muito juízo.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, pode deixar!

      Excluir
    2. Mas é muito legal este assunto.Até o ano passado eu não entendia muito de espiritismo, então com o falecimento de minha sogra e alguns fenômenos por aqui e conscidentemente por questões profissionais, comecei a estudar mais sobre a doutrina espírita. Então está relação que contei, além de me incentivar novas leituras na área de Direitos Humanos, me levou á estes temas alma gêmeas, sincronicidade, física quântica.Uma coisa é certa. Tudo já valeu pelo que aprendi e estou aprendendo.E pela nova visão de mundo que venho adquirindo.

      Excluir
  85. Olá Gilberto,

    Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo seu site e por ser tão atencioso com os seus leitores e responder a todas as perguntas.
    Eu me chamo Rafaela e gostaria de contar a minha história de amor para então saber se, de fato se trata de alma gêmea ou resgate karmico. Há 8 anos atrás conheci o meu atual marido, e junto tivemos 2 filhos. Ele conta que quando me viu logo sentiu que eu era a sua alma gêmea. Eu fui sentir que ele era minha alma gêmea depois que começamos a namorar, alguns dias depois que nos conhecemos. Eu vivia dizendo a uma amiga que parecia faltar uma parte em mim, e quando me envolvi com ele, este sentimento de faltar algo em minha vida se preencheu com a existência dele e desde então, passei a ser mais feliz e completa. Desde que namoramos, nunca nos separamos e nós dois tínhamos a certeza de que casaríamos, tanto que quando brigávamos, nós dois não sentíamos medo de acontecer uma separação e até hoje temos muita segurança em nosso casamento. O nosso casamento como todos, não é perfeito, e logo que nos casamos enfrentei muitos problemas com os pais dele que sentiam um ciúme possessivo. Eu resolvi fazer uma regressão de vidas passadas, e descobri que em todas as minhas existências passadas, eu e meu marido sempre vivemos uma história de amor e largamos tudo para ficarmos juntos. Em uma dessas vidas, ele era casado com a sua atual mãe desta vida, e ele a abandona para ficar comigo. Então descobri o porque dela não gostar de mim na vida atual e morrer de ciúmes dele. Ela fez de tudo para nos separar, inventou mentiras a meu respeito, tentou empurrar outras meninas para ele, mas ele graças a Deus nunca deu ouvido a ela e se manteve firme ao meu lado. Já o seu pai da vida atual, descobri que foi o meu marido em uma outra vida passada e que eu o abandonei para também ficar junto com o meu atual marido. E então descobri o porque do pai dele implicar tanto com nós dois. Além dessas 2 existências passadas, existiram outras que também ficamos juntos. Hoje graças a Deus, vivo bem com os pais dele, depois de muitas dificuldades, graças a Deus resgatamos os nossos Karmas e finalmente eu e meu esposo vivemos em paz. O meu marido tem muitas qualidades que faltam em mim, como por exemplo ser muito seguro de si, e eu sou completamente insegura, mas com a ajuda dele, acabo sendo mais segura também. E eu também tenho qualidades que os ajuda a se tornar uma pessoa melhor. E o engraçado que as minhas maiores provações são feitas com ele, parece que ele veio para me ajudar no meu aperfeiçoamento pessoal e espiritual. Eu gostaria de saber se o amor que vivemos se trata de alga gêmeas ou um resgate karmico. Desde já agradeço.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  86. Cara leitora:
    Tudo leva a crer que são seres que se complementam, que nasceram para ajudarem um ao outro.
    Pelo que contou, sobre a sua experiência de regressão, há grande probabilidade de que possam ser almas gêmeas.
    Mas, isto é apenas um detalhe, pois o que importa mesmo é a convicção que os dois tenham de ficar juntos, e nunca admitir a separação.
    Muitas almas gêmeas não levam a relação até o fim, por não levarem a sério o valor desse reencontro espiritual.
    Almas gêmeas devem valorizar a relação e servirem de exemplos para os demais casais.
    Faço votos que continuem unidos acima de intrigas e interferências.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  87. Muito obrigada pela atenção dada.
    Com certeza o reencontro de 2 almas gêmeas é algo muito forte e deve ser levado a sério. O que muitas pessoas não sabem é que a sua alma gêmea nem sempre é aquela pessoa perfeita aos seus olhos, pois uma alma gêmea vem justamente com os defeitos que sempre repudiamos, pois aí está o verdadeiro amor, o amor da alma e não somente o amor físico.
    Obrigada pelos votos, acredito que muitos serão os desafios que ainda enfrentaremos juntos, mas isso fortalece ainda mais o nosso amor e a nossa união e nos ajuda a evoluir espiritualmente.
    Fique com Deus!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  88. Na escola tem um menino que ficava olhando pra mim,não todo tempo,mas as vezes,eu me sentia um pouco envergonhada porque ele é bonito,ai eu fico pensando sera que ele está me paquerando, acho que não porque eu não sou bonita,ele é muito garanhão vive abraçando e beijando meninas não na boca ,ele já teve uma namorada ,mas se separou dela.um dia ele estava abraçando uma menina com aquele jeito garanhão dele ai ele olhou pra mim e falou pra aquela menina que tava abraçando que eu era tabacuda,falou baixo mas eu escutei,eu estava lá queta na minha porque sou assim é o meu jeito de ser ,ai eu olhei pra ele com cara de raiva e ele ficou beijando aquela menina olhando pra mim como se quizesse botar ciúmes, ai eu pensei se esse menino gosta de mim ele que fale isso e venha atrás de mim, porque se ele me chamou de tabacuda por não fazer o estilo dele ele que se danice pra lá porque eu não sou de ta atrás de menino nenhum.

    ResponderExcluir
  89. Olá,Senhor Gilberto.

    Meu nome é Letícia eu li sobre reencarnação e fiquei curiosa,porque fala que pessoas que tem marcas de nascença-aqueles sinais da cor marrom ou mais escuros,são pessoas que em vidas passadas tiveram feridas naquele lugar onde se encontra o sinal,ou morreram com feridas nesse lugar.
    Eu por exemplo tenho um sinal no quadril, que lembra um mapa do Brasil até rimo-rssss.
    A minha pergunta é isso é verdade?
    Agradeço,desde de já,a resposta.
    Thank you.RSS
    Letícia.

    ResponderExcluir
  90. Pode ser que sim, pode ser que não, Letícia.
    Quem há de saber? É mais curiosidade do que busca de conhecimento, não é mesmo?
    Procure buscar na Numerologia,revelações e conhecimentos ocultos que possam vir a ajudá-la a se autoconhecer e a evoluir.
    Um dia, vai perceber que os mistérios se tornam explicados e que, segredos nunca serão revelados.
    Nem tudo tem explicação para a mente humana, e nem tudo deve ser revelado para quem não sabe usar o poder.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  91. Obrigada pela resposta Mestre.Posso le chamar assim?
    É,isso foi curiosidade minha mesmo, perdao.
    Mas,em respeito a numerologia seria curiosidade minha querer saber meus números para me auto-conhecer?

    ResponderExcluir
  92. Cara leitora:
    O autoconhecimento, através do estudo da Numerologia, exige um mínimo de um ano, e o curso completo é de 7 anos.
    O perfeito entendimento da Numerologia só é absorvido com firmeza após atingir a maturidade, em torno dos 18 anos.
    Se atende a estes requisitos, então, já pode pensar em comprar o meu livro, que foi lançado em setembro, e que se chama Numerologia da Alma - Conhece-te a ti mesmo.
    A compra deve ser feita pela internet, pelo link:
    http://bit.ly/2dqpF05.

    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  93. Brilhante matéria.....parabéns
    Estou buscando auto conhecimento e acabei chegando nessa bênção de matéria esclarecedora.....aí possamos encontrar a nossa verdadeira alma gêmea é querida que também anseia por nós....e aprenderemos a não olhar com os olhos da ilusão é fundamental

    ResponderExcluir
  94. Brilhante comentário, Carla...parabéns
    Quem tem tamanha consciência, tem tudo para encontrar a sua alma gêmea.
    Continue pensando assim, com a mente no Céu e os pés na Terra.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  95. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  96. Olá Gilberto.
    No ano passado 2016, conheci um rapaz num site de relacionamento, lembro me que quando vi a foto dele já senti uma intuição. No momento eu estava em outro relacionamento (não sólido) e ele insistiu e me ligava, e lembro me que quando conversamos pelo telefone a primeira vez ficamos 1 hora, parecia que o já conhecia a muito tempo.
    Começamos a nos relacionar, ficamos 1 anos juntos, nosso modo de ver a vida é parecido, nossas criações são parecidas, nossos gostos são parecidos, são muitas coisas em comum, até nos assustavamos, por sermos tão parecidos, nos dávamos muito bem, sinto uma conexão muito forte com ele, como sentir quando ele não ta bem, e o mais incrivel que a nossa conexão é imensamente mais forte de alma, do que fisicamente. E por esse motivo ele terminou comigo, me dizendo que estava me vendo mais como amiga, do que como mulher, que ele me amava, e que eu era a mulher perfeita pra ele.
    Nosso término foi conturbado porque briguei com ele, porque não queria me separar, sinto que eu era uma só com ele, sempre falávamos que éramos almas gemeas, no entanto mesmo longe dele continuo tendo essa ligação, e não deixei de amar ele.
    Não sei se somos almas gemeas, se voltaremos, mas tudo indica que somos.

    ResponderExcluir
  97. Minha cara leitora, cujo nome desconheço, pois não se apresentou, este seu relacionamento é a perfeita negação do que sejam almas gêmeas.
    O verdadeiro amor entre duas almas gêmeas deve ser visto como companheirismo bem mais
    do que qualquer tipo de atração ou paixão.
    No seu caso, ou o seu parceiro não quis ir adiante com um relacionamento sério ou deu a desculpa que deu, para cair fora sem magoar.
    E parece que conseguiu, pois observo que tem mantida a esperança de que tudo volte a ser como era antes.
    Não alimente ilusões, siga com sua vida, e se ele voltar, tenha muito cuidado para não se ferir mais adiante.
    Abraço, e boa sorte.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  98. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  99. Boa noite, Gilberto! Me chamo Áurea. eu venho vendo o número 29 em quase todo lugar por um bom tempo. A mais de um ano. Em placas, números de telefone, datas de consultas e etc.. Pessoas ao meu redor já até perceberam. O que você me aconselharia fazer para tentar descobrir se seria um sinal do universo ou algo? Eu creio ter um karma com minha mãe. Que nunca tivemos uma relação de mãe e filha. Ela me expulsou de casa quando eu tinha 15 anos e outras coisas que não veem ao caso aqui relatar. Perdi meu pai aos 4 anos de idade quem tanto amava. Uma amiga astróloga analisou meu mapa e disse que ele estava em todas as minhas vidas. Eu sinto muito a sua falta. O que me aconselha fazer? O que me incomoda é a minha relação com minha mãe. Sempre que tento me aproximar ela se altera. Ela tem uns problemas de depressão e transtorno bipolar. Eu não me sinto em paz convivendo com ela. Eu juro que tentei, mas é impressionante as coisas que ela faz e fala pra mim. Eu nem gosto de comentar. Realmente me entristece. Eu tento perdoar. Mas ela sempre me magoa. Ela já chegou a cobrar aluguel na nossa casa que meu pai deixara. Sendo que ela mesma não pagava e tinha outro companheiro. E dentre outras coisas.
    Desde meus 15 anos tem sido muito difícil pra mim viver por mim mesma e me sustentar. Minha família (restante) mora em cidade pequena difícil para empregos e estudos
    Tenho hoje, 21 anos. Medito desde os 17 anos o que me ajuda, fortalece, minha base, minha paz.
    Como disse, costumo meditar. E tive uma experiência a mais de um ano. Eu fiz jejum de água e meditei por um dia e desde então tenho projeções astrais conscientes quase que diariamente e sonhos que ficam se repetindo até por meses e vejo muito esse número. Eu nasci no dia 29-01-1996 (29) rsrs.. Poderia me aconselhar e me ajudar? Muito grata!
    Adorei a matéria, o seu entendimento, inteligência, profissionalidade e humanismo.
    Li toda a matéria e todos os comentários. Parabéns pelo trabalho e ajuda! Muita luz no seu caminho!

    ResponderExcluir
  100. Querida leitora, Áurea Caroline!
    Agradeço as suas gentis palavras sobre o meu trabalho.
    Desejo iniciar, alertando-a que a soma do ano em que nasceu é 25 = 7, e não 29.
    Às vezes, isto acontece, em função de se sentir tão ligada a um número, que parece encontrá-lo em tudo, mesmo quando estiver ausente. Isto não anula as tantas outras vezes que o 29 tem aparecido na sua vida.
    Afinal, estranhar o que, se ele é o dia em que nasceu? Ele fala dos seus talentos natos, valores e fraquezas, herdadas de outras vidas. Nada mais natural do que a presença desse número, como inspirador e guia de sua vida.
    O número 29 é o único número mestre que se obtém com a soma dos seus algarismos.
    Isto a torna uma mestra diferente, que precisa trabalhar sempre, para manifestar seus poderes de mestra espiritual.
    Uma tendência de quem nasce neste dia é ir de um extremo a outro, com facilidade, alternando momentos de grande euforia com baixa autoestima e depressão.
    Em relação ao seu relacionamento com a mãe e o pai, me faz crer que se trata de um confronto kármico, como efeito de outras vidas, em que sua mãe tenha sido sua rival no amor do seu pai.
    Há sinais de karmas de perdas na data em que nasceu, revelando que deve estar pagando seus débitos de vidas passadas, sofrendo perdas e decepções.
    Não vou adiante porque julgo que há muito mais a ser considerado, o que só seria possível com o estudo completo do seu mapa.
    Se estiver interessada, entre em contato por e-mail, para saber as condições.
    gilbertodacunhagoncalves@gmail.com

    E leve sempre em conta as mensagens dos sonhos, que podem estar sendo enviadas por seu mestre espiritual, numa tentativa de orientá-la ou consolá-la.
    Abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  101. Boa tarde, Gilberto!
    Gratidão por responder, pela atenção!
    Lhe enviei um e-mail.
    Muita luz e amor na sua jornada!
    Paz!

    ResponderExcluir