sábado, 30 de outubro de 2010

COMPLEXO DO PLEXO

Meus esotéricos leitores, a mudança do nosso padrão vibratório tem dado o que falar, e apesar de muitos não terem a exata noção do que esteja ocorrendo, a verdade é que o chakra solar vem acusando o golpe.

O chakra solar é aquele ponto acima do umbigo que é conhecido por plexo solar. Ele é a estão central onde se cruzam as forças elementais ascendentes, a caminho dos chakras superiores, e o raio monádico no trajeto inverso, vindo do chakra coronal para o chakra raiz. Eles percorrem em sagrada peregrinão o misterioso e complexo caminho de kundalini.

O nosso planeta, que é um organismo vivo, como tudo que existe no Universo, está passando por mais uma etapa do seu processo evolutivo. E, diante desse momento, está sendo cobrado da humanidade, que habita a sua superfície, que também assuma a sua ascensão espiritual.

Se houver resistência à subida de kundalini, aumenta o bloqueio na região limítrofe entre os chakras superiores e inferiores, que está localizada na altura do plexo solar, impedindo assim a livre circulação dessas energias.

As pressões, em razão disso, se concentram entre os chakras, solar e cardíaco, onde se confrontarão as forças elementais ascendentes e as energias psico-espirituais descendentes. Enquanto a energia solar desce em movimentos espiralados do alto para baixo, trazendo consigo o raio monádico para que venha a agir sobre a força vital da criatura humana, o mesmo ocorre, no sentido inverso, com as forças elementais, impulsionadas para cima desde o chakra raiz.

Acredite ou não, meu atento leitor, mas a Mônada a que pertence a sua alma está direcionando o seu raio monádico em sua direção e a de todos que façam parte do mesmo grupo, sensibilizando-os com esse toque divino.

Espera-se que as almas tocadas por seu raio monádico despertem para a Luz e direcionem suas vontades para cumprirem com convicção e entusiasmo as suas missões neste mundo.

Essa descida do raio monádico, contendo a energia solar, vem ocorrendo através de um alto padrão vibratório, causando distúrbios e incômodos nos órgãos físicos, que se localizam próximos ao chakra solar. Mas, essas reações somente estão afetando as almas mais evoluídas espiritualmente, que estejam no Plano de Evolução concebido pelas Hierarquias Planetárias, visando uma expansão de consciência da humanidade.

Esse movimento vibratório intenso, entre os chakras inferiores e superiores, tem provocado nos iniciados e postulantes uma pressão muito forte na altura do plexo solar, como se tivessem levado um soco na boca do estômago.

O efeito provocado é de uma forte pressão ou de um repuxo que parece esticar o plexo solar, para um lado e para outro, acarretando um enorme incômodo, que não pode ser definido como dor, ou uma situação ainda mais séria, com perdas de energia, cansaço e tonteiras.

De um modo geral, no entanto, a sensação é bem maior do que a realidade, como se a impressão fosse mais verdadeira do que o fato em si. E assim, se tem mais a impressão da dor do que se sofre de fato, e a zonzeira se dá mais na mente do que no físico.

Esse processo de adaptação a uma nova realidade energética costuma ocorrer à noite, quando a mente se desliga e o corpo repousa. Por isso, é muito comum despertar-se pela manhã com a região do plexo solar dolorida, sensível ou como se houvesse um buraco na boca do estômago. À medida que o dia vai caminhando, a dor tende a passar.

Os ciclos costumam durar de sete a nove dias, voltando a se repetir a cada três meses, cada vez com menor intensidade, e se espaçando com o tempo.

Os efeitos físicos mais comuns são gases pressionando o plexo solar e dores localizadas entre o plexo e o cardíaco. Dores de cabeça poderão ocorrer, provocadas por tensões musculares na região da nuca e do pescoço. E, mais raramente, poderão surgir palpitações.

A impressão é que se trata de problema digestivo, como se a refeição não tivesse caído bem no estômago. Às vezes, acontece de se acordar pela madrugada, com aquela sensação de estômago pesado, como se a última refeição houvesse pesado demais.

Meus ansiosos leitores, o que se passa dentro dos nossos corpos é uma verdadeira alquimia, em que o Espírito e a Matéria se confrontam e buscam formas de conciliação. Da forma que a humanidade está vivendo, não pode continuar.

Mudar é preciso, e tem de começar já.

A harmonização de energias será um processo lento e, vez por outra, doloroso, até que o plexo solar permita sem resistência o livre trânsito das energias superiores e inferiores. Enquanto isso, os incômodos físicos deverão ser tratados com chás e compressas de água quente sobre o plexo solar. Remédios, drogas químicas, nem pensar!

As causas desses sofrimentos são inevitáveis, meus fiéis leitores. Eles são causados pelo que a escritora e pesquisadora Angela Maria La Sala Batà denominou, em seu livro “Medicina psico-espiritual”, como uma doença psico-espiritual.

Estamos vivendo um memorável conflito psíquico entre os ideais intelectuais, filosóficos e espirituais e as seduções econômicas, morais e sexuais. A reconciliação dessas questões está em jogo, pois todas fazem parte do processo de evolução de nossas almas.

A sexualidade, vulgarizada nos dias de hoje, é um sentimento sagrado. O prazer, como o êxtase sexual do corpo físico, é comparado, na literatura esotérica, com o que sente um místico em sua contemplação espiritual, numa espécie de orgasmo da alma.

Com os apegos exagerados às riquezas materiais e aos valores do corpo físico, esses sentimentos complementares da vida humana se dissociaram e se tornaram antagônicos, com o mau uso do sexo e os desvios éticos e morais das religiões.

Com a chegada da chamada “nova era”, o resgate da sacralidade sexual exige uma nova postura, moral e espiritual, de toda a humanidade. Os mais evoluídos espiritualmente terão de comprovar suas evoluções, menos por palavras e crenças, e bem mais por atitudes. Se assim não for, a incompatibilidade entre o que pregam e o que fazem acarretará doenças, epidemias, depressões físicas e desastres ambientais.

O planeta está próximo a adentrar num Ciclo de Luz, depois de percorrer um longo e tenebroso percurso envolto em trevas e sombras, e a humanidade está participando de todo esse processo de transição.

No seu livro “Karma e Sexualidade”, a escritora Zulma Reyo afirma que “a ascensão do homem implica na ascensão do planeta, e vice-versa”. Nada de novo na afirmativa, não fosse o livro tratar do confronto das forças sexuais com as energias espirituais.

Não há como negar, meus fiéis leitores, que estamos chegando a uma encruzilhada cósmica que se reflete no plano terrestre, do mesmo modo que não se pode admitir uma evolução espiritual sem uma profunda transformação alquímica na espécie humana.

Estamos aproximando-nos rapidamente do limite que separa as trevas da luz. Até agora as sombras disfarçavam as trevas e absorviam a luz. Com a entrada do planeta no “cinturão de fótons”, nada mais poderá permanecer escondido ou mantido em segredo.

O sacerdote do templo será também sacerdote no lar e no trabalho. O amor do homem a Deus terá de ser também dedicado ao próximo. A mentira não mais sobreviverá com metáforas, o mentiroso será denunciado com todas as letras. O sexo não mais poderá ser usado como o prólogo de uma paixão, mediante pornografias e libertinagem, voltando a assumir o seu verdadeiro papel de epílogo do verdadeiro amor. Os falsos profetas serão expulsos dos templos, e da mesma forma os falsos moralistas, com suas hipocrisias e desvios psíquicos, serão desmascarados por toda a sociedade. Os ladrões serão todos aqueles que se apossarem do que não lhes pertença, desqualificando-se definitivamente o linguajar dos advogados de porta de cadeia ou de portão de penitenciária. Os bons serão os perfeitos, os maus serão todos os demais, e perfeição se tornará sinônimo de justo e honesto.

Tudo isso será uma decorrência natural da entrada do planeta no “cone de luz”, quando 2012 chegar. A luz iluminará todos os cantos escuros e os casos escusos, denunciando os que têm usado as sombras e as trevas para se protegerem.

Alerto-vos a todos que cuidem das suas almas, corrijam suas personalidades e cumpram suas missões. Controlem os seus progressos espirituais pela reação do seu chakra solar. Se persistirem os incômodos por muito mais tempo, sabei que a harmonização do espiritual com o material não está ocorrendo com sucesso.

Por enquanto, dores e incômodos são efeitos naturais das transformações em curso. Dias virão em que o chakra solar terá de estar com a sua fronteira aberta para a plena circulação da energia solar de fohat e da energia de kundalini, de modo a que se encontrem harmonicamente no centro do chakra cardíaco. Quando isso acontecer, o padrão vibratório do planeta terá mudado e com ele a consciência psico-espiritual da humanidade.

Permanecei atentos e vigiai meus iniciados leitores, pois esses dias não serão anunciados pela imprensa, nem pelas religiões e menos ainda pelos governantes. Eles acontecerão sem alardes, sem coreografias fantasiosas. E somente os que estavam preparados perceberão que já não são mais os mesmos. O antigo homem morreu, um novo renasceu.

Assim falaram os Mestres.

20 comentários:

  1. Olá, Gilberto
    O vigésimo parágrafo do seu post já o tinha lido, é perfeito!!!
    Paulo de Tarso fala, com clareza e conhecimento da questão, o que está no final do seu texto: o homem velho(carnal) x homem novo (espiritual)...
    Tenha ótimo feriadão e muita paz!!!
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Orvalho, é sempre um prazer receber a sua visita.
    Dou-lhe toda a razão, as verdades podem ser encontradas em todos os livros de sabedoria, dentro da crença religiosa de cada um.
    Quem souber ler a Bíblia, nela irá encontrar as verdades eternas. Quem não fizer do Alcorão uma obsessão, nele também encontrará pérolas do saber.
    Eu vou saciar a minha sede em todas as fontes de sabedoria, desde a Numerologia de Pitágoras, passando pelo Taoísmo de Lao-Tzé até me encontrar com a doutrina do Cristo e dos seus seguidores, dentre os quais é a Paulo que mais admiro.
    Fique com Deus, minha amiga.
    Abraços.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  3. Mestre,

    Como falou, exercer o sacerdócio no lar, no trabalho com o próximo.

    O simples com toda sua complexidade.

    O micro vira macro.

    Revisar e efetivar nossas missões para que possamos estar em breve totalmente imersos na luz.

    Entendo todo trabalho que teremos que empreender para estarmos prontos e elevar nossa faixa vibratória .

    Pressinto as ajudas a chegar, as tranformações e preparações que se farão mister neste momento.

    Que bom que tbm podemos contar com pessoas como voce.

    Um grande abraço de gratidão.

    Kátia

    ResponderExcluir
  4. Agradeço as suas sempre muito gentis palavras, Kátia.
    As suas afirmações demonstram o quanto está focada nesse sagrado processo de transformação, do qual somente uma pequena parcela da humanidade está em condições de assimilar.
    As ajudas e as preparações só chegam aos que estão inseridos nesse grande contexto espiritual.
    A minha participação é a de um simples mensageiro, aquele que está encarregado de entregar mensagens.
    Se o destinatário da mensagem está preparado, a mensagem provocará a grande e esperada transformação. Mas, só nos que forem capazes de ler e entender a mensagem.
    Abraços a todas as aprendizes que fazem parte da sua turma, e que estão na mesma jornada aprendendo a ler e interpretar a mensagem.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  5. Já li este artigo 3 vezes...

    E a única coisa que consigo dizer por enquanto é que desconhecia a energia inversa à kundalini.

    Fohat... (interessante).

    Em transformação já me sinto desde inicio de 2010. Faz muito sentido isto do planeta como um organismo vivo. Tenho lido acerca da alteração do padrão vibratório da terra que nos influencia a todos.

    Bom, o importante é manter os chakras funcionando direitinho. Vericar com o pêndulo, desbloquear com reiki, cromoterapia e etc...

    E tendo a numerologia como interprete desta nova linguagem, claro está!
    Rute

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga, Rute:
    Muitos conhecem ou já ouviram falar da subida de kundalini, mas poucos conhecem a energia de fohat.
    Conhece-se, desde o antigo Egito, um princípio hermético, denominado como Princípio de Correspondência, o qual afirma que "o que está em cima é como o que está embaixo..." e um outro, o Princípio da Polaridade, que afirma que "tudo é duplo; tudo tem polos; tudo tem o seu oposto..."
    Combinando-se os dois, chega-se à conclusão que se kundalini sobe uma outra energia precisa descer, e essa outra é a energia fohat.
    No glossário do livro de Alice Bailey, "Iniciação Humana e Solar", kundalini é identificada como o poder da vida, uma das forças da natureza, enquanto fohat é chamada de eletricidade cósmica; força vital propulsora universal; luz primordial. O encontro das duas no centro dos chakras, no cardíaco, provocaria a iluminação.

    Esta deveria ser a meta de todos nós.
    Abraços.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  7. Sr.Gilberto,

    Estou impressionada! Nunca havia lido sobre este assunto...Segunda-feira e terça -feira(dias 7 e 8 de fevereiro)comecei a sentir o descrito acima e fiquei 2 dias no hospital,fazendo raios X ,Tomografias,vários exames e nada foi descoberto. Meu filho pesquisou e pediu-me para ler sobre o seu texto.Achei ótimo. Gostaria de saber mais.Caso o senhor possa ,pediria que me orientasse sobre leituras,etc.O livro citado acima, ainda é editado? Moro em BH e pensei até em tentar o Reiki...
    Obrigada pelo texto maravilhoso!
    Um abraço,
    Vanda

    ResponderExcluir
  8. Minha amiga, Vanda:
    Poucas pessoas no planeta possuem conhecimento sobre esses assuntos, pois não são ensinados nas escolas, nem fazem parte da educação que recebemos dos pais.
    A espiritualidade é uma conexão entre o humano e o divino, e todos deveriam possuir um mínimo de consciência para identificar em si, a força da presença da Divindade.
    As religiões que deviam orientar os seus fiéis nesse sentido não o fazem, em parte por querer mantê-los na ignorância dos poderes que possuem e em parte por desconhecimento.

    Livros que tratam da Espiritualidade Humana e que não são ligados a religiões, são muitos e vou indicar alguns. Mas, nas livrarias, procure títulos como: CHAKRAS, CAMPOS ÁURICOS, EXPANSÃO DE CONSCIÊNCIA, KUNDALINI E FOHAT, INICIAÇÃO e outros classificados como esoterismo, que acabará por encontrar temas do seu interesse. Prefira livros mais antigos, escritos de 1980 para trás. Eles são mais confiáveis.
    E siga sua intuição, ao pegar um livro e se sentir atraída por ele, leve-o consigo.
    Anote algumas obras:
    O lado oculto das coisas - e demais livros do mesmo autor Leadbeater - Editora Pensamento.
    O Cristianismo Esotérico - e demais obras da mesma autora Annie Besant - Editora Pensamento.
    Vida Perfeita - Paul Carton - Editora Martin Claret.
    Sabedoria Incomum - Fritjof Capra Ed. Cultrix
    Medicina Psico-Espiritual - Angela Maria La Sala Batà - Editora Pensamento.
    Imagens que curam - Gerald Epstein.

    E procure ler, aos poucos, todas as postagens deste meu blog, e poderá aprender muitos dos mistérios que governam nossas vidas.
    E, finalmente, não se preocupe, nem se impressione, com o que sentiu. O melhor de todos os remédios para esses males é mudar o foco da sua vida. Deixe os bens materiais num segundo plano, confie na sua essência divina e busque novos comportamentos que favoreçam as ações coletivas e beneficiem a natureza humana.

    Se tiver dúvidas, é só perguntar.
    Se quiser mais privacidade, escreva para:
    gilbertodacunhagoncalves@gmail.com

    Boa sorte no seu processo de despertar espiritual.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  9. Olá Mestre , o Alaje também mencionou nessa mudança de Frequência , Bom Mestre acho que vou ter muita Dificuldade para me manter em alta frequencia até 2012 até porque eu comecei minha caminhada espiritual nesse ano de 2011 , evolução é gradativamente , e eu ainda tenho que superar varios karmas , varios medos e crenças impostas pela a sociedade então para mim vai ser difícil e nessas horas que meu pessimismo prevalece e diz que não vou conseguir , só queria saber como , como posso , será que posso me manter em alto frequência o que tenho de fazer ' Estou um pouco perdido e confuso confesso que não vai ser fácil será que vou ter que reencarnar em outro planeta de baixa frequencia , ainda não sei porque estou aqui.

    Abraços..
    José Fabricio

    ResponderExcluir
  10. Nenhuma dessas perguntas, Fabrício, eu posso ou saberia responder.
    Mas, de uma coisa eu sei, tudo só depende da sua forma de levar a vida.
    Faça a sua parte, que o resto é conseqüência.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  11. Oi mestre , antes eu não sentia nada no plexo solar mais ultimamente confesso que estou sentido meio mal mas isso ocorre de dia quando eu tenho medo eu sinto dor mas quando busco conhecimento a uma simples alegria que vem do plexo solar uma sensação enorme de prazer, já sei que as energias do plexo solar estão caminhado ao chakra do coração(o 4ª chakrra) isso tem muito haver com a transição , mestre seria 2012 a data da transição ultimamente eu acredito que 2012 não seja em si a data só sera uma transformação mas não a total transformação, se é que voce me entende,

    abraços..
    JF

    ResponderExcluir
  12. Quem pode saber sobre o dia de amanhã, Fabrício?
    Muitas das suas perguntas não têm respostas.
    O melhor é viver o momento presente, este ano de 2011, e esperar o que vem por aí.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  13. "meus amados, meus atentos, meus ansiosos leitores.."
    pra que tantos adjetivos inúteis, que só servem para distrair a atenção?

    ResponderExcluir
  14. Meu caro Anônimo:
    Existem leitores que escrevem e não se identificam. E, justamente para esses, eu utilizo esses tantos adjetivos coloquiais para tentar estimulá-los a se apresentar, e interagir com o texto.
    Ao tratá-los como amados, atentos e ansiosos, eu procuro evitar que eles se distraiam. Pelo visto, isto não funcionou no seu caso. Sinto muito.
    Agradeço pela intenção de corrigir.
    Um abraço, e feliz 2012.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  15. Olá!!...Sou uma pesquisadora solitária...encontrei casualmente o seu Blog. Gostaria de saber mais a respeito deste assunto. Sua biografia é impressionante....e eu estou à deriva diante de tanta informação....Busco coerência neste despertar...Há anos estou lendo e buscando...mas percebo que as pessoas estão meio fora e, entendo que não é bem por aí!!..Agradeço a sua manifestação. Sandra Beatriz

    ResponderExcluir
  16. Oi, Sandra:
    Eu estudo numerologia e espiritualidade oculta há cerca de 20 anos, e quanto mais aprendo, eu mais necessito estudar.
    Minha vida é dedicada a orientar e ensinar pessoas sobre os mundos ocultos, o que realizo através deste blog, gratuitamente, e com cursos e análises individuais, como trabalho remunerado.
    O que mais gostaria de saber que não esteja nos textos do Alma Mater, desde o início?
    Já leu todas as postagens?
    Muito já escrevi sobre numerologia e mistérios, mas se ainda quer saber mais, eu a convido a fazer o próximo curso de Numerologia.
    Como estou no meio de 4 cursos de vários Níveis, eu não posso abrir agora um novo curso Nível 1.
    Mas, se estiver interessada, eu possa convidá-la na devida ocasião.
    Se estiver interessada em se autoconhecer, pode soicitar o seu mapa numerológico. Curso e mapa, no entanto, têm custos.
    Se preferir, pode responder para o meu email. Anote:
    gilbertodacunhagoncalves@gmail.com

    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gilberto! Meu nome é Paulo, tenho 19 anos.
    Eu consigo sentir certos chakras com uma intensidade enorme, como o chakra do Coração, o Terceiro Olho e o Coronário. A Raíz, o chakra da Garganta e o Sacro eu posso sentir levemente, mas de todos, eu não consigo sentir a vibração do Plexo Solar.

    A vida toda eu fiquei deslumbrado com assuntos de psiquê, espírito, misticismo... a verdade é que eu sempre fui uma criança muito desligada e sensível (chorão), sempre me senti um peixe fora d'água e ainda hoje sinto isso, eu realmente era isolado. Aliás, eu sempre fiquei pasmado com Astronomia (eu queria ser astronauta, eu lembro dos dias e dias que eu ficava desenhando os planetas na escola) e isso fez com que eu pesquisasse a fundo sobre astrologia mais tarde. Enfim, passei por uns transtornos extremamente graves a partir da puberdade, eu fiquei anos e anos sofrendo de Transtorno Obsessivo Compulsivo e Depressão, o que foi evoluindo até surgir a Síndrome do Pânico, são inexplicáveis as sensações horríveis e o terror interno que eu passei, aquela ansiedade subia sem parar e sem nenhuma razão aparente. Por vontade própria, aos 14 anos comecei a praticar yoga e foi lá que aprendi sobre os chakras e tals, e sem ele eu acho que eu não conseguiria passar por essa barra. Mesmo com yoga, eu ainda piorava e fui encaminhado para tratamento psiquiátrico e para cultos espíritas (kardecistas). Eu tive a ajuda de espíritos curandeiros quem eu agradeço muito, ainda estou em tratamento, mas já estou sendo preparado para receber auta. Bom, depois dessa situação toda eu venho me autodisciplinando pra que esse "inferno" não volte nunca mais, e eu sei que ainda vou passar por maus bucados, quero me fortalecer para esses dias ruins que eu terei que superar, mas sem ser derrubado pra essas doenças de novo, entende? Desculpa o texto longo, queria explicar bem o porquê que eu busquei tua ajuda.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  18. Meu amigo leitor, Paulo:
    Agradeço a sua confiança em buscar ajuda através do meu blog.
    Desejo afirmar-lhe que todos sintomas descritos são perfeitamente compreendidos pela numerologia.
    Longe de pretender fazer sua leitura em público, mas algumas considerações posso fazer, sem expor a sua pessoa.
    Todas as pessoas chamadas Paula ou Paulo possuem a energia do 7 muito ativa, e costumam ser muito mentais e intelectuais, além de místicas e dadas a buscas perfeccionistas.
    Elas não ficam bem em multidões ou barulhos, pois são muito suscetíveis às energias dos ambientes.
    Portanto, crítico, perfeccionista, com tendências solitárias, avesso a exibicionismos e ao consumo exagerado, torna-se difícil se sentir à vontade no mundo de hoje.
    Ao mesmo tempo, Paulo é líder sábio e poderoso, desde que possa ter autonomia para tomar decisão. Quando se confronta com a família ou com o mundo lá fora, todo Paulo pode perder os referenciais, enquanto ainda jovem, como é o seu caso.
    Mas, à medida que amadurecer a personalidade, sua vida começará a mudar, graças à sua capacidade de analisar os fatos e tomar decisões inteligentes.
    Como já deve ter percebido, todos os sintomas dos seus problemas têm como origem sua dificuldade de se adaptar ao mundo. Por isso, terá de aprender a fazer o mundo se adaptar ao seu modo de ser.
    Estamos entendidos?
    Mais do que isto, só se eu fizesse o seu mapa completo, mas isto demanda tempo e custos.
    Espero que já tenha ajudado.
    Um abraço.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  19. Olá Gilberto, foi realmente um prazer ler este artigo,responde minhas sensações vividas já a alguns meses, responde também minhas mudanças de comportamento nesta trajetória. O fato é que quero dar continuidade aos esclarecimentos, como posso fazer isso contigo? Você dá consultas? Priscila Mendes

    ResponderExcluir
  20. Minha leitora, Priscila:
    Este artigo atende ao momento que estamos passando, e ajuda os leitores a entender o que sentem e o porquê.
    A minha primeira sugestão é que procure ler outros textos do meu blog que tratam de temas semelhantes.
    Eu moro em São Lourenço, sul de Minas, e se passear por aqui pode me procurar para a gente conversar. O bate-papo é grátis.
    Eu faço mapas numerológicos, em que analiso a missão de cada um nesta vida, com o enfoque espiritual.
    A análise se fixa na evolução da alma, em facilidades e em eventuais dificuldades de cada um para cumprir a missão.
    Este estudo é feito pela internet, em que eu envio a análise por email, e esclareço as dúvidas, que possam surgir.
    O custo é de R$ 200,00, e precisa entrar na fila.
    Eu também dou curso pela internet, e as turmas são formadas a cada início de ano. Caso esteja interessada a se conhecer melhor e a lidar com os mundos ocultos, me avise para ser convidada quando estiver formando uma nova turma.

    Se precisar de mais esclarecimentos, pode me escrever.
    O meu email é gilbertodacunhagoncalves@gmail.com

    Abraços.
    Gilberto.



    ResponderExcluir