quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Quando o discípulo está pronto, o mestre aparece





Os discípulos reunidos num espaço sagrado estavam prontos, então o mestre apareceu !
Aconteceu em São João da Boa Vista, uma cidade paulista, juntinha de Poços de Caldas, que é uma cidade mineira com cacoetes paulistas.
São João da Boa Vista é uma cidade com nome de santo,
que passa a sensação de estar sob a proteção dos anjos. João foi o apóstolo místico, dentre os doze seguidores do Cristo. A "boa vista" dá-me a impressão de ser uma alusão esotérica à visão oculta que somente os iniciados são capazes de desenvolver. Os místicos a chamam de 3ª visão, aquela que permite ver o que os olhos físicos não enxergam.

A justificativa exotérica faz referência à vista que se tem da serra da Mantiqueira, a serra que chora, como os índios a chamavam. Os iniciados sabem muito bem que, por trás de um mistério, existe sempre uma explicação lógica, para satisfazer os céticos ou encobrir o sagrado.

Eis que o povo dessa terra sagrada vive um momento d
e inegável expansão da consciência , e muitos dos que sentem esse forte despertar da espiritualidade estão reunindo-se em busca dos mestres. Eles ainda não se deram conta de que são os seus próprios mestres ou os mestres de si mesmos.

A força de atração magnética irradiada por São João
está levando inúmeras almas nobres das cidades vizinhas a buscar conhecimentos nas terras da Boa Vista, onde a terceira visão se faz presente em ritos de passagem, que vão desde uma sagrada posição de ioga até uma revelação sobre os mistérios da numerologia.

Imbuídos desses sentimentos e inspirados por seus Mestres, estiveram reunidos nos dias 24 e 25 de janeiro último, 15 seres ilu
minados em busca de um mestre. Mal sabiam eles que a mim só caberia despertar neles o poder de se reconhecerem discípulos de si mesmos. E assim foi feito.

Ana Flávia, Bárbara, Cláudia, Daniele, Denise, Fernand
a, Hélio, Hélita, Kátia, Patrícia, Patrícia Cristina, Renato, Rita, Vanja e Yoko disseram "presente" à convocação da Maria da Glória, uma líder admirável que reune à sua volta esses seres de elevado padrão de consciência espiritual.
A comunhão desses discípulos com os ensinamentos d
a doutrina numerológica de Pitágoras demonstrou que todos já eram matemáticos, e que faziam parte da moderna Ordem Iniciática, que está sendo reconstruída a partir dos conhecimentos místicos da Numerologia da Alma.
Os discípulos não estiveram lá para aprender, mas para relembrar o que já sabiam. As lembranças dos aprendizados de outras vidas afluíam com naturalidade à mente de cada um, e cada nova revelação era recebida e
assimilada com o mesmo entusiasmo de uma criança que reencontrou um brinquedo perdido.
Os momentos de convívio relembrou-lhes as vidas compartilhadas em suas existências passadas. Os ensinamentos que eu lhes passava faziam-nas imaginar-me o mestre, quando eu ali estava só para transportá-las até os seus verdadeiros mestres, que habitam suas mentes e seus corações.
Do lado de fora, falando e se
movimentando, eu era um discípulo como elas. Dentro de suas almas, havia os seus mestres espirituais, que eram elas mesmas num estado de consciência superior. Obediente às ordens do Mestre Pitágoras, passei-lhes os conhecimentos ocultos da Numerologia da Alma, que não estão disponíveis para todos, mas somente para alguns poucos iniciados, autorizados a acessar os segredos de seus mistérios.
Em pleno extâse místico, todos penetraram nos mistérios, e se sentiram tocados pela sabedoria oculta da doutrina secreta. Agora, nenhum daqueles discípulos que, durante dois dias, fizeram juntos a peregrinação ao santuário sagrado da Numerologia da Alma, se sente a mesma pessoa, consegue se ver como era antes. Deu-se a iluminação, a alma deles está mais brilhante, suas mentes mais sábias e seus corações mais generosos.
Sinto que mais uma etapa da minha missão foi cumprida. Mas ai
nda são tantas as que me aguardam mais adiante que não posso descuidar-me. De olho nos novos discípulos, ainda seduzidos pelos encantos da magia, sigo em frente sem perdê-los de vista, mas sem desviar-me do foco da missão.
A minha peregrinação não tem fim, pois o
s novos discípulos me chamam. Há muitos discípulos prontos nesse mundo, aguardando os emissários dos Mestres aprecerem. Ser um desses emissários é a minha missão, ainda que muitos me julguem um mestre. Mas, um dia eles se reconhecerão tão mestres quanto eu sou um humilde emissário, um mero portador da mensagem.

10 comentários:

  1. Bárbara Claudiano30 de janeiro de 2009 09:16

    Meu Mestre, adorei a homenagem feita à esse grupo de amizades antigas!
    Foi perfeito e muito proveitoso!

    "Quando o discípulo está pronto, o mestre aparece", fico feliz em ter encontrado meu Mestre!

    Parabéns por tudo conhecimento e pela doação de informações.

    Obrigado por tudo!

    Bárbara Claudiano "Tassi" (Risos)

    ResponderExcluir
  2. Minha menina, Bárbara, como sempre muito atenta e a primeira a chegar.
    Adoro esse seu jeito entusiasmado de penetrar nos mistérios.
    O seu corpo é muito sutil, se a gente não firmar bem a vista, de repente ele é capaz de desaparecer na nossa frente.
    Continue pensando e sentindo assim, que é uma forma muito bonita de viver encarnada nesse plano físico.
    Continue com suas visitas e seus comentários, inclusive nas postagens mais antigas.
    Beijos.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  3. Meu Mestre, muito obrigado!!

    Fico sutil perante pessoas iluminadas como voce!!

    Sou mesmo muito entusiasmada e sempre com vontade de aprender. Todos os dias passo por aqui e agora também pelo Blog de sua Filha.

    Estou começando a aprofundar em um estudo sobre seus posts, quero poder ler, entender e aprender com eles, por enquanto esse será o modo de aprender e ficar perto de meu querido Mestre e amigo!

    Muito obrigado Gilberto;
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Minha querida Anônima !
    Agradeço a sua visita e espero poder passar-lhe todos os conhecimentos que busca encontrar.
    Alguns dos temas postados podem parecer herméticos para os não-iniciados, mas nada que bons momentos de reflexão, estudo e pesquisa não possam resolver.
    Volte sempre, e na dúvida, é só perguntar.
    Beijos.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Gilberto!!
    Grande Abraço.

    OBS: Esqueci de colocar nome no outro post!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Bárbara !
    No início, eu estranhei. Mas, depois, eu a reconheci. Já estou acostumando-me ao seu modo de se comunicar.
    Continue botando pra fora o que lhe vai na alma. Há muita beleza dentro dessa alma para ser revelada.
    Conte comigo, para ajudá-la a trilhar a sua jornada espiritual.
    Beijos e um ótimo domingo.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  7. Querido amigo, mestre, alma a muito conhecida. Lindas palavras para descrever o momento mágico que vivemos. Grata, a numerologia voltou a fazer parte de minha vida de uma maneira q agora posso dizer: faz SENTIDO.

    ResponderExcluir
  8. Obrigado Gilberto.
    Agora tenho "ferramentas" para poder concluir meus pensamentos, minha jornada, minhas duvidas e certezas.

    Grata;

    Abraços.

    OBS: Oi Dani, tbm por aqui?Que bom!

    ResponderExcluir
  9. Oi Gilberto, Tudo Bem ?
    Que lindo que ficou seu post sobre a nossa iniciação aqui na cidade de São João da Boa Vista - é de emocionar !!! Eu acho que todos nós, ainda que alguns de forma mais sutil, sentimos que a numerologia da alma é um grande passo dado em direção ao auto-conhecimento e ao estudo dos Mistérios.
    Muito Obrigada por compartilhar conosco seu conhecimento e, tenho certeza que falo também pelos demais colegas, estamos na expectativa de mais e mais conhecimento.
    Abraços,
    Patricia Cristina

    ResponderExcluir
  10. Oi, Patrícia !
    A beleza da obra ficou por conta das Musas inspiradoras.
    O grupo foi fantástico !!!
    Cada um soube desenvolver os seus dons espirituais e buscar novos conhecimentos com amor, razão e sensibilidade.
    Agora, daqui pra frente, é não se distrair, não abrir a guarda, nem se desanimar, pois a numerologia dá recursos, mas cobra perseverança e dedicação.
    Conte sempre comigo, para tirar dúvidas e apontar caminhos.
    Abraços.
    Gilberto.

    ResponderExcluir